Browsing Category

Biodanza

Um mito, uma danza.

21/05/2018

Com o evento: Um mito, uma danza, esgotado, recomendamos que vejam este vídeo, uma contextualização para o tema da Jornada do Herói, antes de sexta-feira.

Não está escrito o quanto a Jornada do Herói já fez por mim e o quanto me inspira.

Espero poder fazer o mesmo para quem for. Até lá :)

Um mito, uma danza: ESGOTADO

18/05/2018

É com enorme alegria que comunico que o evento: um mito, uma danza está esgotado. Que, no próximo dia 25, dançaremos o herói que há em nós. Seremos os protagonistas das nossas vidas. E vai ser apenas o início de uma epopeia pelo maravilhoso mundo dos mitos gregos, e respetivos arquétipos, com todas as potencialidades e possibilidades de crescimento que proporcionam.

Grata ao meu querido mestre, parceiro, amigo e cúmplice desta grande aventura, Nuno Pinto. Palavras são de menos para expressar tudo o que sinto.

A não ser: é nóis. 

E pronto! Esgotaram as pré-inscrições para ‘Um mito, uma danza…’

Dia 25, danzaremos o Herói e seremos protagonistas, em papel próprio, do maior épico de sempre: a tua vida!

Através da Biodanza, faremos a Jornada do Herói e inauguramos uma epopeia, que trará muito mais propostas: danzar, na vida, os grandes arquétipos, os grandes Deuses e Deusas!

Tens de estar! Vai haver de certeza desistências de última hora e ainda estas a tempo de reservar a tua vaga :) 

Tudo isto danzando, ao ritmo da vida…

Aulas abertas, todas as 5as feiras – Informações: biodanzanunopinto@gmail.com

Mito e Poesia

11/05/2018

Parafraseando James Hillman: sejamos menos literais e mais simbólicos, mais imaginativos. A literalização dos problemas, dos contextos, dos olhares faz que vivamos na aridez de um mundo sem poesia.

É então preciso atrevermo-nos a poetizar, metaforizar, diversificar, imaginar.  

Imaginemos, pois, com poesia.

E vivamos com magia. Vendo além do óbvio. O simbolismo de todas as coisas. O que não está escrito, não é dito.

Com os olhos da alma, a profundidade da liberdade de pensamento, o encantamento das crianças, a imaginação dos criativos e dos artistas, a sensibilidade e a intensidade dos poetas.

Sem magia, tudo fica muito, muito mais difícil…

Um mito, uma danza. 25 de Maio

Inscrições: biodanzanunopinto@gmail.com

Mito e Razão

09/05/2018

A razão nos impõe limites muito estreitos e apenas nos convida a viver o conhecido – ainda com bastantes restrições – e num plano conhecido, como se conhecêssemos a verdadeira extensão da vida.

Na realidade, a nossa vida, dia após dia, ultrapassa em muito os limites da nossa consciência e, sem que saibamos, a vida do inconsciente acompanha a nossa existência.

Quanto maior for o predomínio da razão crítica, tanto mais a nossa vida se empobrecerá; e quanto mais formos aptos a tornar consciente o que é mito, tanto maior será a quantidade de vida que integraremos. A superestima da razão tem algo em comum com o poder de estado absoluto: sob seu domínio o indivíduo perece.  

mito
Um mito, uma danza. 25 de Maio
Inscrições: biodanzanunopinto@gmail.com

O mito é o degrau intermediário inevitável entre o inconsciente e o consciente. Está estabelecido que o inconsciente sabe mais do que o consciente, mas o seu saber é de uma essência particular, de um saber eterno que frequentemente não tem nenhuma ligação com o “aqui” e o “agora” e não leva absolutamente em conta a linguagem que fala o nosso intelecto.

In: Memórias, Sonhos e Reflexões, Carl Jung.

Mito e Ciência

07/05/2018

O homem mítico reivindica certamente “algo além”, mas o homem na sua responsabilidade científica não pode dar-lhe assentimento. Para a razão, o facto de mitologizar é uma especulação estéril, enquanto que para o coração e a sensibilidade essa atividade é vital e salutar: confere à existência um brilho ao qual não se quereria renunciar. Nenhuma motivação seria suficiente, aliás, para justificar essa renúncia.

mito
Um Mito, uma Danza 25 de Maio. Mais info: biodanzanunopinto@gmail.com

O que se é, mediante uma intuição interior e o que o homem parece ser do ponto de vista da eternidade só pode ser expresso através de um mito. Este último é mais individual e exprime a vida mais exatamente do que o faz a ciência, que trabalha com noções médias, genéricas demais para poder dar uma ideia justa da riqueza múltipla e subjetiva de uma vida individual. 

In: Memórias, Sonhos e Reflexões, Carl Jung

Um Mito, uma Danza – Jornada do Herói – Jung e Mitologia

04/05/2018

Um Mito, uma Danza: Para quem não esteve, um cheirinho do que vai acontecer a 25 de Maio, às 20H, em Lisboa. Aqui fica, mais coisa, menos coisa, o que disse ao vivo. [Vídeo] Grata, querido Nuno, para a Eternidade ♥️🌟

Lembramos que é um evento aberto a quem faz, fez e nunca fez Biodanza.

Inscrições: biodanzanunopinto@gmail.com

error: Content is protected !!