Browsing Category

MBTI

MBTI* – O verdadeiro

12/01/2018

Numa noite de junho mais fria do que muitas de outubro, depois de um show incrível da Elza Soares, fui com o Rafa, guitarrista que a acompanhou na tour em Portugal e meu amigo de São Paulo, encontrar a cantora Susana Travassos, que nos desafiou a ir até ao Tejo Bar. MBTI - esteriótipos

Cá fora, estava a Mariana, amiga da Susana e que conhecemos nesse momento. Sendo de São Paulo, houve logo um ponto em comum, que havia de degenerar em empatia. Perguntei-lhe o que fazia, se era para ficar ou se estava só de passagem. Ao que me respondeu:

– Trabalho com uma coisa que você não deve saber o que é: MBTI.
– Então não sei? O MBTI salvou a minha vida, sou junguiana convicta e o meu tipo é INFP.

Caímos logo no abraço, ela disse que era ENFP e tivemos conversa para a noite inteira.

Por traçar um perfil psicológico de acordo com os Tipos de Personalidade definidos por Jung, o MBTI apazigua a existência e ajuda a encontrar o caminho mais adequado. Seja existencial, familiar, profissional, social. Individual ou criativo. Por estar em sintonia perfeita com a nossa identidade total. Ler Mais…

MBTI – INFP

12/12/2017

Só numa das vezes em que preenchi o questionário MBTI me deu outro resultado, do qual nem me lembro mais. De resto, foi sempre INFP. Com ele, é enviado um relatório de 50 e algumas páginas sobre este tipo de personalidade. INFP

Ao lê-lo, senti-me finalmente acolhida. Na minha diferença, na minha forma particular de ver o mundo e de entender a vida.

Foi nesse sentido que o MBTI me salvou

Já contei essa história várias vezes aqui. Comecei a seguir algumas páginas e grupos de introvertidos e de INFPs em particular e a apaziguar o espírito inquieto e indomável.

Volta e meia, preenchia o questionário.

O que aconteceu quando o meu pai morreu. Aí uns dois meses depois. Deu 98% de introversão. Naturalíssimo. Estava em luto profundo e não queria saber de ninguém. Nessa altura, pedi o perfil completo, que é pago. E adorei. Deu-me mais luzes sobre este tipo e ajudou-me no pior momento da minha vida, mais uma vez, a apaziguar-me.

Voltei a fazê-lo mais vezes, as percentagens mudam, o tipo mantém-se.

Nestes grupos, havia coisas com as quais me identificava mas que já me irritavam um bocado. Por já estar devidamente acolhida e apaziguada com o facto de ser uma comum mortal e não um alien e por, ocasionalmente, me perguntar: e agora, o que faço com isso.

Foi quando conheci a Mari…

MBTI*

05/12/2017

A primeira vez que ouvi falar em MBTI estava em São Paulo, prestes a começar uma aula de psicologia analítica, na SBPA.

Já conhecia a teoria dos tipos psicológicos mas não havia chegado a grandes conclusões quanto ao meu. Uma amiga perguntou-me se era do tipo pensamento. Não soube responder-lhe e ela disse que havia de me trazer o questionário. Nunca mais se lembrou e eu também não me lembrei de lho cobrar. MBTI

Mas não me esqueci

Não sei se ainda no Brasil ou já aqui, descobri que poderia preenchê-lo online.

Jung dividiu-nos entre os Tipos: extrovertido (E) e introvertido (I) e atribuiu-nos quatro funções: sentimento (F), pensamento (T) intuição (N) e sensação (S).

Quase tão bom quanto o Jung são os seus contemporâneos e os pós-junguianos que estudaram a teoria e desenvolveram partes da mesma.

Foi o caso de Katharine Briggs e Isabel Myers, mãe e filha.

Katharine percebeu que o futuro genro tinha uma maneira particular de ver o mundo, o que a intrigou o bastante para se dedicar ao estudo das diferenças de temperamento. Nesse momento, deparou-se com uns ensaios de Jung com o título: Tipos Psicológicos.

Com o desejo de ajudar as pessoas a entenderem-se melhor e a apaziguarem-se, consigo e entre si, Isabel criou um questionário que pudesse identificar os tipos psicológicos.

Às quatro funções essenciais, juntaram-lhe julgamento (Judgment) e percepção (Perceiving).

E nenhuma destas palavras se encerra na definição que vem no dicionário, pelo contrário. Cada uma é um mundo. Sendo que nós somos tudo. O que não vemos, está na sombra.

O questionário fez tanto sucesso que é utilizado em tudo quanto é empresa séria. Para pôr as especificidades de cada um ao serviço da corporação. E para que cada um esteja a desempenhar a função que mais se adequa ao seu tipo psicológico.

Um dia destes venho aqui contar como o MBTI mudou a minha vida.

*Myers Briggs Type Indicator

error: Content is protected !!