Eros e Psiquê – Os relacionamentos

17/11/2018

As mulheres ressentem-se muito da mudança de atitude dos homens, depois de conquistadas. Da falta de cuidado, de carinho e afeto, de atenção. E os homens, por sua vez, queixam-se que as mulheres perdem a magia, deixam de ser doces, femininas, deusas divinas, depois de assegurado o relacionamento. Isto acontece porque ambos pararam de projetar o seu género oposto idealizado e divino nos respectivos parceiros, e começaram a vê-los como são, além da projeção. E também porque ambos perderam a conexão com o feminino. Que garante a humanização do relacionamento, por um lado, e a conexão entre os amantes, por outro.

Se não sabes para que servem os mitos, é para isto.

De sorriso involuntário no rosto, de alma e coração cheios. Feliz por sentir e ver a magia dos mitos e da dança a manifestar-se nos corações dos Eros e Psiquês, que se juntaram hoje para dançar e celebrar o masculino e o feminino em todos nós.

Obrigada a vós, e ao Mestre Nuno Pinto, pela criatividade e a mestria como conduziu mais de 30 almas nesta viagem incrível pelos meandros da imaginação, da conexão, da integração, da plenitude.

Parabéns pela coragem. Eterna e profundamente grata pela confiança. A magia acontece enquanto dançamos. E é bonito de se ver.

error: Content is protected !!