Intuitivos

21/08/2018

Quando se trata de escolher uma profissão, uma área de estudos, o que pesa muitas vezes é o tipo de saída que tem no mercado. Bem como a possibilidade de ser bem pago, entre outros fatores externos. Cingimo-nos ao que existe e desconsideramos muitas vezes os nossos valores pessoais, excluindo-os da equação. O que representa…

A morte, para os intuitivos.

O tipo sentimento introvertido, por exemplo, não se prende com estados emocionais, mas com valores.

Perante um estímulo externo, como nos sentimos, com base nos nossos valores?

intuitivos

Já dei por mim vezes sem fim aos gritos e a passar-me sempre que os meus valores mais preciosos e vitais estão em risco. Sempre que alguém tenta prender-me, impedir-me de me expressar, é injusto, quer me controlar, me ofende.

Sempre que os meus valores são ameaçados, não importa quem tenho pela frente, não tenho medo de nada nem de ninguém. E faço o que for preciso para não passar por cima deles.

Para os intuitivos, a escolha da carreira prende-se muito mais com valores pessoais do que com valores externos. Na verdade, qualquer decisão, opinião, questão, a tomar, expressar, resolver tem essa premissa. Assim, pode ajudar muito pensar quais os valores que nos são vitais. E escolher o que fazer, de acordo com eles.

O autor deste artigo sugere fazer uma lista de valores, quatro ou cinco, por ordem de prioridade, do mais importante e vital em diante, e escolher a profissão e a área e meio pelo qual pode ser exercida, com base nesses valores.

Acho que está certíssimo.

A imagem representa as palavras-chave para Intuitivos (N) e Sensoriais (S). Que correspondem às funções psicológicas definidas por Jung como Intuição e Sensação.

Saiba qual o seu tipo psicológico. 

error: Content is protected !!