Mulheres

18/05/2017

Nunca compro estas merdas, não tenho muito a cultura do recuerdo e não viajo para isso. O melhor recuerdo é sempre a sensação, a experiência, a viagem. Mas a pessoa com quem estava queria e eu acabei por ser induzida a comprar, muito por conta do negão que os vendia no deserto.

mulheres

E mais pelo que representa do que por qualquer outra coisa.

Tinha o junto a um postal da Afrodite que havia trazido de Florença e de uma Aguarela de uma mulher a dançar.

Todas as imagens representam características do feminino e as mulheres em cada uma delas não podiam ser mais diferentes umas das outras.

A sedução, a criatividade pela dança e a força nutridora.

Foi o que me inspirou: a possibilidade de ser todos os tipos de mulher e não me sentir ameaçada por qualquer um deles, inclusive o mais primitivo. Principalmente pelo mais primitivo.

De resto, a minha veia artística não se prende com destreza manual, tem tudo a ver com a voz, seja ela escrita ou cantada. Tudo o que tenha a ver com desenho é para esquecer. Não vale a pena insistir. E quem não sabe fazer, [manda] compra[r].

Artist’s Date 137/365 – Make a painting in sand

2 Comments

  • Reply Raquel 18/05/2017 at 11:26

    Concordo que uma peça de arte tem que transmitir um significado especial para quem a adquira. E também gosto de aproveitar a sensação de uma viagem ao máximo, nem sequer gosto muito de tirar fotos. :)

    • Reply Isa 18/05/2017 at 11:41

      isto não é bem uma peça de arte… :)

    Leave a Reply

    error: Content is protected !!