Espírito Cristiano Ronaldo

20/06/2018

Já perdi a conta aos textos que escrevi sobre o Cristiano. Deveria ter uma categoria só para ele. É a figura pública que mais me inspira. Um verdadeiro herói, como os dos gregos.

E ainda há tanto para dizer… Ou o que mais se pode dizer? Só parafraseando o Guardian:

É beyhond comprehension.

No artigo, chamavam-lhe força mental e diziam que era o cérebro dele que deveria ser estudado. Eu chamo-lhe força emocional. E digo que, apesar de ficarem no mesmo sítio, a cabeça, cérebro e psique são coisas diferentes. O cérebro é objetivo, a psique subjetiva, embora haja uma série de coisas que se podem provar cientificamente. Ou, como diz Carl Jung numa frase belíssima:

It proved itself to me

No dia em que ia enfrentar o primeiro e mais decisivo jogo da fase de grupos do Mundial de 2018, sai uma notícia que diz que alegadamente concordou numa pena de 2 meses de prisão, que obviamente não cumprirá, e o pagamento de 18 milhões de euros ao fisco espanhol.

E ele vai e marca três golos a Espanha

Já para não falar na atitude durante todo o jogo, exemplar e manifestamente diferente da do Cristiano de 20 e poucos anos, com uma bola de ouro e o mundo inteiro a seus pés. É preciso ter uma grande cabeça para não se perder. Porque ele não se perde. e seria tão, tão fácil… Quantos aguentariam no top of his game, aos 33 anos, a bater records uns atrás dos outros, num desporto fisicamente exigente como o futebol, com a exposição mediática que ele tem? Planetária? Para além de estar a preparar-se para sair. Motivando a equipa, fazendo acreditar e lutar até ao fim, como faria um grande líder, um grande capitão. Que é o que ele é.

Ainda mais ajuda a foto que escolheu para ilustrar o jogo contra Espanha. E a legenda que lhe deu: Vamos família.

Só um verdadeiro herói para perceber que nada consegue sozinho

O que é inédito. A saída do individualismo puro e duro para uma coisa mais coletiva. Além de fisicamente não ter para ninguém, porque não tem, é o jogador mais completo que alguma vez se viu, ainda evoluiu psiquicamente, considerando a sua dimensão planetária e tudo quanto é dito e feito para o desmoralizar.

A ver se conseguimos, todos nós, absorver só um bocadinho daquela força emocional.

Esta força emocional, esta capacidade inacreditável de concentração, de não se deixar ameaçar por ninguém, muito menos se deixar levar por tudo quanto é feito e dito, vai, lá está, além de tudo o que é possível compreender. É escolher a voz certa para ouvir, de entre todas as que gritam na nossa cabeça. Um fenómeno. Como nenhum outro, tendo em conta todas as variáveis. E só não vê quem é completamente ceguinho…

Ainda por cima, e mais importante e inspirador que tudo, é nosso, o gajo. Que nunca, nunca renegou o país onde nasceu e o representa mais e melhor do que qualquer outro português. Ou os dez milhões de portugueses juntos…

“Your love makes me strong, your hate makes me unstoppable”. É possível:

Há que manter o espírito Cristiano Ronaldo, o nosso Magnificent 7,

“Até ao fim, c…”

  • Tiago 20/06/2018 at 18:14

    Toda, toda vez que fico admirado com o gajo lembro de ti.
    Saudade de seus posts.
    Sobre o gajo. Sou cada dia mais fã. E recomendo o vídeo em que o Fred do canal desimpedidos encontra o Cristiano e o entrevista. Só serve pra ser mais fã ainda do portuga.

    • Isa 20/06/2018 at 18:17

      é o maior do mundo e de todas as galáxias. Não tem pra ninguém e duvido que venha a ter, tendo em conta todas as variáveis. Eu vi esse vídeo, que é mais uma prova que ele pode ser tudo, menos arrogante. As pessoas não sabem o que é arrogância. Valeu querido, saudades.

    error: Content is protected !!