Os livros e as séries/filmes

18/06/2019

Diz-se que os livros são sempre melhores do que os filmes. Ou as séries. Não diria que são melhores, diria que são diferentes.

E, apesar de já ter lido muitos livros que se tornaram filmes, o que melhor conheço é uma série. Outlander, da qual posso falar com alguma propriedade. Visto que já vi as primeiras três temporadas umas 5 vezes e a quarta três. Já li os livros da metade do quarto para a frente, até ao último publicado. E comecei ontem o terceiro livro.

A série é muito mais romantizada

Jamie é um homem normal, no livro, um herói e um guerreiro a sério, como convém numa história de época. Um homem honrado, apesar da cabeça a prémio por crimes hediondos, para o século XX.

Especialmente entre os anos 40 e 70, onde se passa o resto da história.

É muito interessante, para quem um dia quis ser argumentista e ainda sonha conseguir escrever um guião para um longa, ver como eventos fundamentais da história podem ser protagonizados por outros personagens.

Isso também é criatividade

A cena de Claire a imaginar contar a Miss Figgs sequer existe no livro, nada alusivo a tal. Angus não tem qualquer papel no livro, Rupert tem bem mais. É ele quem ensina Claire a usar uma adaga. É Willie quem apanha Jamie com a mão no dirk depois de matar o tio Dougal. Collum não morre do veneno de Claire. Não precisa. É Jamie, no terceiro livro, que mata o corvo, e não um dos miúdos. Há coisas ditas na quarta temporada da série, que são ditas no primeiro livro. E faz sentido. Murtagh morre em Culloden. Daí que muito do que se passa na quarta temporada é inventado, recriado, e na quinta há de ser também, até se livrarem dele.

A cena dos remédios e dos ratos não é protagonizada por Jamie, na prisão de Ardsmuir. O que faz dele muito menos magnânimo do que o que parece na série. Já que, no livro ele, apenas troca os seus serviços de interprete pela libertação das correntes. A cena dos remédios que ele protagoniza no livro não está associada a esta.

A cena mais violenta de toda a saga, entre Jamie Fraser e Black Jack Randall, é mil vezes pior no livro.

A cena da noite de núpcias é mil vezes melhor na série… A melhor frase de todas, nessa mesma noite, não consta do livro. Pelo menos, do que li até agora.

Claire, apesar de muito avançada para a época, é muito mais mulherzinha nos livros. E Jamie muito menos feminino, muito, muito mais macho. Ou seja, ambos são mais reais no livro.

Bree é irritante em todo o lado, no livro, na série e no instagram. Sempre enjoadinha, não há paciência.

Gosto muito da série. E gosto muito dos livros.

Que já tinham público. Mas eu, por exemplo, jamais os leria, muito menos compraria, se não fosse pela série.

Livros e série não competem um com o outro, complementam-se.

*A imagem é da primeira temporada e da quinta, a rodar agora.

error: Content is protected !!