Um mito, uma danza: Tristão e Isolda

10/01/2019

Um mito é o “sonho” coletivo de um povo inteiro, num determinado momento da sua história. É como se a população inteira sonhasse em conjunto e esse “sonho”, o mito, florescesse através da sua poesia, música e histórias. Mas um mito não vive só na literatura e na imaginação, encontra imediatamente eco no comportamento e atitude da cultura, na vida prática das pessoas.

O mito de Tristão e Isolda é uma expressão profunda da psique ocidental.

Diz-nos muito sobre o que nos motiva. […] o nosso mito mostra-nos que o amor romântico é um ingrediente necessário na evolução da psique ocidental. Atingiremos a totalidade e passamos à fase seguinte da nossa evolução de consciência apenas quando aprendemos a viver conscientemente com o amor romântico, isto é, com as vastas forças psicológicas que representa. Na evolução da consciência, o nosso maior problema é sempre a nossa oportunidade mais rica.

Robert A. Johnson, in: We (tradução minha)

Um mito, uma danza: Tristão e Isolda, 18 de janeiro, inscrição obrigatória por mail: biodanzanunopinto@gmail.com

 

No Comments

Leave a Reply

error: Content is protected !!