Vestidos de baile

24/10/2017

Tentei vendê-los todos, ninguém os quis pelo preço que pedi. Não são de baile, que é coisa que não se usa. São vestidos que comprei para casamentos. Uma série deles pretos. Sabia lá eu que não se ia de preto a casamentos, de noite, ainda por cima. Facilitava-me a vida por causa dos sapatos. E da velha história: não me comprometo, porque tenho um vestido preto. Era coisa em que não investia, nem invisto. Em roupa que tenciono usar uma vez. A minha enorme fé em ser algo diferente do que uma hippie, casual, quase chich, fashion, burguesinha não cessa de me surpreender.vestidos

E só deus sabe que tentei ser mulher séria…

Deixar de lado os Jeans, comprar calças decentes, de executiva, moderna. Cada tentativa, e foram várias, durou apenas uns mesinhos… Ainda devo ter um fatinho Massimo Duti em casa dos meus pais, saia e casaco, que tenho ideia que jamais usei juntos. O “conjuntinho” dá-me alergia.

Guardei só um vestido, ainda não voltei a experimentá-lo, o único que não era preto. Procurei no Google a ver se achava um igual, foi há tantos, tantos anos que não achei. Continua impecável, mas talvez não me sirva…

Artist’s Date 293/365 – Try on ball gowns (ontem)

Não posso… Nada me serve, tudo se transforma, me transforma (By Luciana) e me transtorna… pqp a idade…

Artist’s Date 294/365 – Play Dress-Up

  • Diana 24/10/2017 at 18:10

    Tenho que te mostrar fotografias do meu casamento. Acho que a única que não estava de preto era, convenientemente, eu. ?
    Era moda.

    • Isa 25/10/2017 at 01:00

      ai filha, deus te abençoe por isso :D

    error: Content is protected !!