Traduções de Artigos de Psicologia

10 qualidades de uma boa combinação amorosa*

19/07/2013
1. Compromisso: o compromisso é a qualidade mais importante que se espera de alguém com quem queremos manter um relacionamento. Se queremos amor e um relacionamento a longo prazo temos ambos de ser capazes de estar dispostos a nos comprometermos um com o outro, perceber os sacrifícios e ajustes que são necessários quando passamos de uma vida de solteiros a uma vida de casal.
2. Comunicação: bons relacionamentos têm grandes estruturas de comunicação. Nos maus relacionamentos a comunicação é sempre má entre os parceiros. Você e o seu parceiro devem falar a mesma língua, emocionalmente falando, no sentido em que têm de conseguir comunicar o que querem com sucesso. Nenhuma das partes deve ser tímida na hora de se fazer valer e nenhuma das partes deve ter vergonha de comunicar sentimentos em qualquer circunstância.
3. Confiança: a confiança é o fator mais importante quando determinamos se um relacionamento é bem sucedido ou um fracasso. Tem de ser capaz de confiar no seu parceiro e vice-versa. E ambos devem dar um ao outro motivos para confiarem um no outro. Confiando, podemos ser vulneráveis, um fator importante em longas parcerias de sucesso. Se não consegue ficar vulnerável junto do seu parceiro, está na hora de seguir em frente.
4. Prioridades: você e o seu parceiro não precisam de ter exatamente as mesmas prioridades na vida, mas certamente ajuda que as vossas prioridades estejam alinhadas. Se quiser ir viver para a Índia um dia para ensinar ioga num retiro espiritual e o seu parceiro quiser ir para LA para começar uma carreira na indústria do entretenimento, as vossas prioridades decididamente não estão alinhadas. Às vezes, para que um relacionamento floresça, as prioridades podem ser ajustadas ou redefinidas, tudo bem, mas ambos devem ser flexíveis neste ponto.
5. Generosidade: o seu parceiro deve ser generoso consigo, não na questão econômica, mas na questão emocional. Mais importante ainda, o seu parceiro deve ser generoso em relação ao tempo, quando se trata de si. Um aspeto essencial de uma relação é a capacidade de “dar”. Se reparar que o seu parceiro recebe, recebe, recebe e não dá, talvez esteja na hora de arranjar outro. A generosidade é essencial nos relacionamentos saudáveis.
6. Objetivos: é importante que você e o seu parceiro apoiem os objetivos um do outro. Os relacionamentos exigem trabalho constante e que você e o seu parceiro tenham vontade de trabalhar juntos e de crescer juntos. O seu parceiro deve apoiá-la e ajudá-la a atingir os seus objetivos.
7. Firmeza: o seu parceiro deve ser firme nas promessas e obrigações. Consigo, o seu parceiro deve ser capaz de manter a palavra. Firmeza leva à confiança, que é absolutamente essencial em relacionamentos saudáveis e longos. Se o seu parceiro não for firme, tem poucas razões para confiar nesta pessoa. Não se envolva intimamente com alguém que não mantém a palavra.
8. Química: a química física é importante. Se pode não ser o mais importante da lista, os relacionamentos saudáveis exigem a atração enquanto força. Você e o seu parceiro devem de estar atraídos um pelo outro, física e emocionalmente, e essa atração deve levar a um nível saudável de química que consiga ser mantido ao longo do tempo.
9. Aceitação: o seu parceiro deve conseguir “vê-la”. Deve conhecer os seus gostos, as suas preferências, do que não gosta, os seus humores, a sua personalidade inata, deve conhecê-la verdadeiramente e amá-la por ser exatamente quem é. Aceitação é uma capacidade chave nos relacionamentos. Ambos se devem aceitar exatamente por quem são, defeitos incluídos. O seu parceiro deve amá-la por tudo o que faz de você, você. Não aceite menos que isso.
10. Empatia: a capacidade de um indivíduo de sentir empatia por si é crucial num relacionamento. A empatia é uma habilidade que ambos devem desenvolver. Empatia é a capacidade de ver o mundo através dos olhos do seu parceiro. Ser capaz de se pôr no lugar dele é fundamental para construir um relacionamento longo com base no entendimento mútuo. Empatia significa estar numa equipa de “nós” em vez de num isolado “eu”.

You Might Also Like

  • Bocagiano 19/07/2013 at 22:10

    Que belo manual de instruções.
    Com isto sempre presente tudo era mais simples, que pena é a memória ser fraquinha. :)

    • Isa 20/07/2013 at 01:13

      pior é estares fartinha de saber isso e insistires em querer aceitar o contrário. felizmente, o universo sabe mais q tu…

    error: Content is protected !!