Traduções de Artigos de Psicologia

10 sinais que dizem: está na hora de largar*

24/08/2013

Aqui ficam alguns sinais que indicam que está na hora de largar um relacionamento:

1. Alguém espera que você seja algo que você não é: não mude quem você é por ninguém. É mais sábio perder alguém por sermos quem somos do que ficar com essa pessoa sendo algo que não somos. É mais fácil reparar um coração partido do que unir uma identidade confusa. É mais fácil preencher um espaço vazio na sua vida onde alguém já esteve, do que preencher o espaço vazio onde VOCÊ costumava estar. 
2. As ações não vão ao encontro das palavras: toda a gente merece alguém que a ajude a ansiar pelo dia seguinte. Se alguém tem o efeito oposto em si, por ser coerentemente inconsistente e as suas ações não correspondem às suas palavras, está na hora de largar. É sempre melhor ficar sozinho do que em má companhia. Uma amizade verdadeira é uma promessa feita de coração, silenciosa, não escrita, inquebrável pela distância, e que não muda com o tempo. Não ouça o que dizem, veja o que fazem. Os seus verdadeiros amigos revelar-se-ão devagar, com o tempo. 
3. Dá por si a forçar que alguém o ame: vamos manter em mente que não podemos forçar ninguém a amar-nos. Não devemos implorar a alguém que fique, quando a sua vontade é ir embora. O amor é isso, liberdade. No entanto, o fim do amor não é o fim da vida. Deve ser o começo de um entendimento, o de que o amor parte, às vezes, por um motivo, mas nunca sem uma lição. Se alguém o ama verdadeiramente, esse alguém jamais lhe dará motivos para duvidar disso. Qualquer um pode cruzar o nosso caminho e dizer-nos o quanto nos ama, mas é preciso que seja muito especial para ficar na sua vida e lhe provar o quanto o ama. Por vezes leva tempo a encontrar essa pessoa, mas vale sempre a pena esperar pela pessoa certa. 
4. Relação íntima que se baseia unicamente numa atração física: ser-se bonito é mais do que contabilizar o número de pessoas que olha para si, ou a forma como os outros se apercebem da sua presença, com apenas um olhar. É algo pelo qual vivemos, é o que nos define. É a profundidade do seu coração e o que faz de si único. É ser quem você é e viver a vida honestamente. São aquelas coisinhas que fazem de si, você. As pessoas que se atraem por si apenas pela sua cara bonita ou o seu corpo não ficarão ao seu lado para sempre. Mas as pessoas que conseguem ver a beleza do seu coração, nunca se irão embora da sua vida. 
5. Alguém que repetidamente quebra a sua confiança: amar significa dar a alguém a oportunidade de nos magoar, mas confiar que não o vai fazer. Quando confiamos completamente em alguém, sem qualquer dúvida, obtemos normalmente um de dois resultados: um amigo para o resto da vida ou uma lição para a vida. Seja qual for o resultado, é positivo. Ou confirmamos que essa pessoa se preocupa connosco ou temos a oportunidade de a afastar da nossa vida e abrir espaço para os que se preocupam. No fim, iremos descobrir quem é falso e quem é verdadeiro, e quem arriscaria tudo por nós. E acredite, algumas pessoas vão surpreender-nos por completo. 
6. Alguém despreza o seu valor continuamente: conheça o seu valor! Quando nos damos a alguém que não nos respeita, abdicamos de pedaços da nossa alma, os quais jamais conseguiremos recuperar. Chega um momento em que temos de largar e parar de perseguir algumas pessoas. Se alguém nos quiser na sua vida, irá arranjar forma de nos pôr lá. Às vezes só é preciso largar e aceitar que o outro não se preocupa connosco da forma que nós nos preocupamos. Deixemo-los sair da nossa vida, em silêncio. Largar é frequentemente mais fácil do que prender-se. Pensamos que é demasiado difícil largar, até o fazermos. Depois, perguntamo-nos: por que não o fiz mais cedo?
7. Nunca nos é dada a oportunidade de dizer o que pensamos: às vezes uma discussão salva um relacionamento, enquanto que o silêncio o quebra. Fale, para que não haja arrependimentos depois. A vida não é fazer os outros felizes, é ser honesto e partilhar a nossa felicidade com os outros. 
8. É frequentemente forçado a sacrificar a sua felicidade: se permitimos que as pessoas saquem mais do que depositam na nossa vida, ficaremos desequilibrados e no negativo, antes que tenhamos consciência disso. Saiba quando fechar uma conta. É sempre melhor ficar sozinho com dignidade do que num relacionamento que exige constantemente que sacrifiquemos a nossa felicidade e o nosso respeito por nós mesmos. 
9. Não gostamos mesmo da nossa situação, rotina, trabalho atual: é melhor ser um fracasso em algo de que gostamos do que ser bem sucedido em algo que odiamos. Não deixe que alguém que abdicou dos seus sonhos o convença a não ir atrás dos seus. Corra riscos. Não faça apenas escolhas seguras e fáceis por medo do que possa acontecer. Se o fizer, nada nunca irá acontecer. é preciso agarrar oportunidades, cometer erros, aprender lições. Pode ser como subir uma montanha, mas quando atingir o topo, qualquer gota de sangue, suor e lágrimas terá valido a pena. 
10. Dá por si obcecado com, e a viver no, passado: no fim irá ultrapassar a dor de cabeça e esquecer os motivos que o fizeram chorar e lhe causaram sofrimento. No fim irá perceber que o segredo da felicidade e da liberdade não se prende com controlo ou vingança, mas com a capacidade de deixar que as coisas se desenvolvam naturalmente e aprender com a experiência, à medida que o tempo passa. Afinal, o que importa não é o primeiro, mas o último capítulo da sua vida, que levanta o véu quanto aos detalhes que revelam o quão bem escreveu a sua história. Deixe o passado para trás, liberte-se e abra-se à possibilidade de novos relacionamentos e de experiências de valor inestimável.

*Via

You Might Also Like

error: Content is protected !!