Livre

1K-1S-1M – Run 4 Fun

04/10/2017

Acabei hoje a série de corridas até chegar aos 5KM, com a aplicação com que comecei. Sem RunKeeper a bombar notificações, sem saber a quantas vou. A única coisa que tenho é o despertador a tocar ao fim de 15 minutos, para saber quando voltar para trás.

E assim é que é bom.

correrVoltarei a usar o Runkeeper, mas sem notificações. Porque me frustram mais do que me ajudam.

Se ao fim dos primeiros 5 minutos tenho não sei que distância feita a menos de 5 minutos e meio por passada média, é certinho em como não acabo a corrida. Começo a achar que tenho 20 anos, a acelerar, o coração a sair-me pela boca e eu a ver que vou ficar ali, esticadinha.

Estouro, paro, perco o ritmo e não consigo voltar a correr.

Se ao fim dos primeiros 5 minutos tenho não sei que distância feita, a quase 7 minutos por passada média, frustro-me. Começo a ter vontade de mandar tudo à merda, pois se me esforço tanto e é isto então f*da-se, vou alapar-me no sofá a comer chocolates e a ver séries.

O truque é não saber, ver no fim. É correr pelo prazer de correr. Devagar, em velocidade de cruzeiro, sempre ao mesmo ritmo, ou não, mas sem parar.

Acabei hoje a série de 8 semanas a correr gradualmente até chegar à meia hora, 5KM. E está bom.

O que percebo é que se pomos o ego ao barulho no sentido de ir mais longe, mais rápido, o diabo, o boicote é consequência direta. O ego ao serviço de uma causa maior, a do Self, é o que faz aguentar até ao fim. E não o que é movido por competitividade, por poder. Esse desconsidera tudo o resto, e é um perigo.

Não sei a quanto anda o desafio do peso, das semanas e dos meses. Mas em novembro faz um ano. Sei que não perdi tudo o que queria perder, era um exagero e eu sabia, mas sei que estou muito melhor do que quando comecei.

Na sexta volto a pesar-me. E logo se vê.

You Might Also Like

error: Content is protected !!