Uncategorized

8 ferramentas para gerir a raiva*

27/04/2013
1. Aprenda a reconhecer quando se sente stressado – isso vai ajudá-lo a reduzir o seu stress antes de o expressar na forma de raiva destrutiva.
2. Trabalhe de forma a desenvolver empatia – tente ver as coisas de outra perspetiva, ajuda frequentemente a dissipar emoções intensas.
3. Decida responder em vez de reagir – Apesar da sensação de reação ser automática, nós podemos realmente escolher como pensar, sentir e responder. Isto dá-nos poder e é o caminho para a liberdade.
4. Mude a conversa consigo mesmo – oiça as conversas na sua cabeça e aprenda a alterar pensamentos extremos e desequilibrados. Atente para pensamentos como “tu sempre” e reformule exigências tais como: “tu tens de” ou “tu deverias”.
5. Aprenda a ser assertivo – uma comunicação honesta quanto aos seus desejos, necessidades e preferências pode travar um ressentimento crescente, para que não se transforme em raiva.
6. Ajuste as suas expetativas – A raiva é frequentemente espoletada por causa de uma diferença entre as nossas expetativas e o que recebemos de facto. Assim, às vezes, é melhor ajustar as nossas expetativas de forma a que estejam mais alinhadas com a realidade.
7. Perdoar nem sempre significa esquecer – Apesar de ser saudável deixar pra lá algumas coisas, isso não significa que não ficámos magoados, chateados ou ofendidos. A diferença é que escolhemos seguir em frente com a nossa vida ao invés de nos deixarmos controlar por acontecimentos externos.
8. Retire-se da situação – Afastar-se temporariamente ou “pedir um tempo” dá-nos algum espaço para pensar sobre “a melhor coisa a fazer”. Assim, você mantém o controlo de si mesmo e das circunstâncias.

*Via (tradução minha)

You Might Also Like

  • teardrop 27/04/2013 at 18:10

    Dicas preciosas! Obrigada!

    • Isa 27/04/2013 at 18:10

      ora eça ;)

  • Anita 27/04/2013 at 20:07

    Tenho situações profissionais que me obrigam a tomar algumas destas atitudes, e é realmente muito mais saudável quando nos antecedemos ao stress e à raiva procedentes de situações de confronto.

    • Isa 27/04/2013 at 20:10

      principalmente pq a raiva n resolve nada e só te tira a razão.se conseguires dizer o q tiveres a dize sem raiva surte mto mais efeito ;))

    • Anita 27/04/2013 at 20:20

      Tenho de lidar com alguma frustração de lidar com pessoas que estão acima de mim e que, só por isso, julgam indiferente aquilo que opino. Mas o bom do futuro é que traz sempre a oportunidade de provar que, muitas vezes (a maioria), estão enganados. É falar para paredes, na maior parte das vezes. Enfim… há que aprender a relativizar as coisas…

    • Isa 27/04/2013 at 20:22

      saber escolher as batalhas e deixar o resto pra lá… acho q é tudo na vida, ou plo menos facilita-a, sei lá… :)

    • Anita 27/04/2013 at 20:27

      Sem dúvida! Tem sido assim com muita coisa agora, na minha vida. Dá uma leveza…

    error: Content is protected !!