Uncategorized

Lá estás tu com a mania dos cheiros…

23/02/2006

Desde que me conheço por gente que a minha mãe me diz que tenho a mania dos cheiros. Até parece que a estou a ouvir…

Dizer que cheira mal ou cheira bem é um insulto ao cheiro. O cheiro cheira sempre a qualquer coisa. Tudo e todos têm um cheiro. As casas, as cidades e as pessoas. Aqui, na Índia, no Brasil ou em Marrocos. Em Lisboa, em Berlim, em Bruxelas ou em Amsterdão. Os povos têm o cheiro do seu país. As raças têm um cheiro próprio. Cada uma o seu. Os cheiros são inesquecíveis e inconfundíveis. Os cheiros são únicos. Os cheiros são tudo.

Não gosto do cheiro a Inverno. Não gosto do cheiro que fica na roupa depois de ter estado perto do fogo, cheira a cigano! Não gosto do cheiro dos tecidos das coisas que se compram na rua. Cheiram todas ao mesmo, em qualquer lugar. Não gosto do cheiro a flores porque me transporta para o cemitério. Não gosto do cheiro a sangue. Não gosto do cheiro a merda dos passeios, nem do cheiro a mijo das esquinas, de Lisboa, por que, para além de ser nojento, lhe corta o cheiro a mar que a caracteriza. Não gosto do cheiro a incenso misturado com o cheiro a velas, tal como não gosto do cheiro das igrejas, porque me faz lembrar a morte. Não gosto do cheiro a humidade, porque cheira a mofo. Não gosto do cheiro dos livros velhos, pelo mesmo motivo. Odeio o cheiro da naftalina porque me cheira a velho. Não gosto do cheiro de alguns perfumes porque me deixa tonta. Odeio o cheiro seja de que spray for porque me intoxica. Não gosto do cheiro das cidades depois da chuva sempre que ficam a cheirar a esgoto. Já deixei de experimentar esta comida ou aquela, esta bebida ou a outra, porque o cheiro não me agradou. Detesto o cheiro a gasolina. O cheiro a beatas mete-me um nojo tal que me faz duvidar da minha sanidade mental enquanto fumadora. Não aguento o cheiro a cão. Nem a sono. Adoro queijo mas recuso-me a comer os que cheiram mal, por melhor que saibam. Também não gosto dos cheiros que me enjoam, assim de repente não me estou a lembrar de nenhum…

Gosto do cheiro a castanhas assadas na rua, mesmo que só o cheire no Inverno. Adoro o cheiro a terra molhada e estou-me bem a borrifar pra que seja um cliché. Gosto do cheiro a mar. Gosto do cheiro da praia porque me cheira a sol. Gosto do cheiro dos morangos. Gosto do cheiro do chocolate quente. Gosto do cheiro de café acabado de fazer e até parece que o estou a saborear. Gosto do cheiro do papel das revistas. Gosto do meu cheiro, mesmo quando saio do ginásio. Gosto do cheiro da minha casa. Gosto do cheiro do meu pai. E dos lenços de pano que traz sempre no bolso das calças. Reconheço o cheiro da minha mãe a léguas. Gosto do cheiro das pessoas, quando é o cheiro delas, da pele delas. Gosto do cheiro a creme misturado com o da minha pele. Gosto do cheiro de pessoas que não conheço, que nunca vi nem voltarei a ver, com quem me cruzo na rua, apenas porque cheiram a alguém que já não vejo há muito tempo. A alguém que conheci e de quem gostei. Gosto muito do cheiro a gajo!

Gosto dos cheiros porque os cheiros são identificativos. Se disser que cheira a V, quem o conheça não precisa de saber que perfume usa para perceber a que cheira. Cheira a infantário. Cheira a bolos. Cheira a isto, cheira àquilo. Os cheiros são de tal maneira identificativos que qualquer um os reconhece à simples menção: cheira a… Os cheiros não precisam de explicação. A que é que cheira o som? Podemos até nem saber que cheiro é esse mas assim que o sentimos identificamo-lo em três tempos. Os estúdios de som têm sempre o mesmo cheiro, em todo o lado.

Os cheiros tornam-se ainda mais especiais por que me transportam mais rápido do que qualquer outra coisa e me fazem reviver situações, pessoas ou lugares num flash de imagens tão nítidas como se as estivesse a viver ao vivo e a cores outra vez.

Ao contrário da música, ou até mesmo dos sabores, o mesmo cheiro transporta-me sempre para o mesmo sítio. Tenham passado 10 dias, 10 meses ou 10 anos. Ou 20… Lembro-me do cheiro do primeiro sítio onde o meu pai trabalhou como se fosse hoje. Reconheço, de caras, o cheiro do meu liceu, das salas de aula e da sala de convívio, onde havia um contínuo que estava sempre a comer laranjas. O cheiro a Vicks transporta-me para a infância em três tempos. O cheiro do protector solar Avéne que uso todos os dias faz-me voar até ao Morro, sempre. Com o cheiro a eucalipto disparo até ao recreio do Santo António à velocidade de uma bala, mais rápido do que a própria sombra do Lucky Luke.

O cheiro da minha roupa transporta-me sempre pra casa, esteja onde estiver.

You Might Also Like

  • Zeka 23/02/2006 at 03:38

    É bom mesmo que gostes do teu cheiro. Já imaginaste se não gostasses?
    A nossa memória olfactiva é do melhor que há e não existe nada mais eficiente para nos transportar a lugares e situações do passado, do que um cheiro qualquer.
    Já agora e só pra dizer um mais e um menos, adoro cheiro a gasolina (que tu detestas) e não posso com cheiro a cão.

    Beijos cheirosos

  • ISA 23/02/2006 at 10:44

    Ai gosto, gosto. msa se cheirasse mal, como aquelas pessoas que cheiram a sovaco logo pela manhã, problemas hormonais é tramado, se calhar já n escrevia um post deste tamanho sobre o assunto…

    Eu sabia que haveria de haver alguém a dizer que gostava do cheiro a gasolina… n curto mesmo nada e nem sequer percebo como é possível gostar. mas pronto, pq és tu, ‘tás perdoado. ;-)

    Beijos igualmente cheirosos!

  • Mipo 23/02/2006 at 11:24

    mais outra coisa em comum (aliás 2: os lenços de pano no bolso do pai). O olfacto é do melhor. Mas também gosto do cheiro a gasolina… e do cheiro a verniz, benzina, tinta e cola! Aliás, normalmente gosto do cheiro de tudo o que é tóxico. Não snifo, mas gosto.

  • ISA 23/02/2006 at 12:05

    credo, benzina então é de vomitar… e diluente, tb gostas? ai mulher tu vê lá.. se calhar é por isso que andas sempre com sono… ;-)

  • maria 23/02/2006 at 16:19

    Pois eu uso sempre o mesmo perfume porque identifico as pessoas pelo cheiro…Mais do que mùsicas, os cheiros transportam-me até outros momentos e outras pessoas…e tb gosto que me identifiquem pelo cheiro…
    De resto, tb gosto do cheiro a terra molhada, principalmente no verao quando cai uma daquelas chuvadas e nao há como o cheirinho a torradas e a café que me levam invariavelmente ate casa dos meus pais!.
    Beijos cheirosos…

    PS: e adoro homens perfumados!

  • ISA 23/02/2006 at 17:06

    Perfumados mas não muito Maria, que cheiro de perfume intenso enjoa, perde a piada e a autenticidade da coisa, do gajo, melhor dizendo…

    Beijinhos e boa viagem!

  • Mipo 23/02/2006 at 17:07

    lolololol é capaz, é capaz (sim, diluente também)…

  • ISA 23/02/2006 at 17:19

    ai filha, é de certeza, andas sempre com um mocadão tremendo… e olha lá, é logo pela manhã? é que se for n há mm dúvidas… Bjs

  • Alexandre 23/02/2006 at 20:24

    Miúda,
    Já vi que estás em grande forma! :)
    Ganda beijo para ti.

  • ISA 23/02/2006 at 20:45

    “gostastesio”? Beijos pa ti tb.

  • maria 24/02/2006 at 00:10

    Isa eu disse cheirosos não disse a tresandar a perfurme!:)
    Bjs

  • bonifaceo 24/02/2006 at 02:48

    Também gosto daqueles cheiros tóxicos que a mipo falou, mas que não sejam muito concentrados que aí um gajo bate mal.
    Se queres que te diga tenho grande cheiradeira e gosto também, sei sempre quando a minha mãe põe vinho no comer, mesmo que seja ao de leve.
    Aquela do fumo da lareira cheirar a cigano, não pensei que aí também se usasse essa frase.
    E o perfume, por acaso tenho pavor a que ande cheiroso demais, uma parva uma vez acusou-me de tomar banho em perfume, eu que só ponho uma no máximo duas esguinchadelas, e as minhas amigas sem papas na língua e críticas nunca se queixaram, pelo contrário…

  • ISA 24/02/2006 at 03:21

    lololololol!!! Boni, só me ri com o teu comentário. se és sensível aos cheiros então é praticamente impossível pores perfume demais, digo eu…

    sim, Maria, calculei que sim mas há perfumes e perfumes e há uns que são fortes pra caraças, nem que ponhas só uma esguichadela, como diz o Boni. Bjs

  • maria 24/02/2006 at 11:47

    pois eu n gosto de perfurmes muito fortes…nem de perfumes doces…detesto perfumes doces…acho que até fico com dores de cabeça.
    Para homem gosto do boss (n sei qual deles), do carolina herrera (fantástico) e do escape CK e o Dolce Gabanna…e deve haver mais mas os dois cafés que já tomei ainda n forma suficientes para me despertar…
    De mulher gosto de poucos…e eu uso o DOlce

  • ISA 24/02/2006 at 12:27

    é mto fixe esse, o que usas.

    pois eu por mais que me esforce não há quem bata o CK. ele é o one, o eternity, o contradiction eu sei lá… excepto o B, que me enjoa um bocado. mas lá está, depende das peles. elas as há que o toleram bem. até demais. ai…

  • bonifaceo 24/02/2006 at 21:25

    Já agora dão opinião para os meus (lol, não sei o que vai sair daqui… mas podem ser sinceras ;)).
    Já usei do boss o elements de aqua, kenzo o l’eau par kenzo e issey miyake o l’eau d’issey, este adoro e é o que uso há mais tempo, da d&g gosto bastante do by, mas só depois de seco porque mal se põe tem um cheiro esquisito.

  • ISA 25/02/2006 at 03:55

    n percebo grande coisa de perfumes de homem, Boni, sorry…

    pode ser que a maria te ajude.

    bjs

  • maria 27/02/2006 at 01:32

    Boni…gosto muito do que usas agora…eu bem sabia que me ia esquecer de algum…podes continuar a usar:):):)
    Beijos

  • maria 27/02/2006 at 01:34

    Boni…é verdade, o Kenzo…esquece…mas usa e só n digo abusa (porque não convèm) do l’eau d’issey

  • bonifaceo 27/02/2006 at 15:00

    Hum, não gostas do kenzo maria? Não acho mau, ofereceram-me um frasco no Natal, e já o tinha tido há uns anos, e foi a empregada da loja que o sugeriu porque achou idêntico ao l’eau d’issey… eu bem que me fartei de falar no by, mas esqueceram-se na altura da compra e foi pena.
    Ainda bem que também gostas muito do issey.
    Beijos.

  • error: Content is protected !!