Uncategorized

TOCA E FOGE 1 – FOGE 0*

08/11/2005

Isto é tudo muito lindo, o Greg, os anjinhos que me vão caindo, ora do céu ora do espaço virtual, e tal e coisa mas o que é facto inegável é que eu sou gaja e por isso feita de emoções. Como se de gaja não tivesse já o bastante sou de signo de água, o das emoções, e de ascendente fogo.

Bom, o cenário é este e agora pedem-me que controle as emoções… Sim, eu controlo-as, mas não as reprimo. Quero lá saber. E onde é que fica a espontaneidade natural se um gajo se segue apenas pelas regras? Quais máquinas movidas a remote control? E a própria emoção da coisa? E o sangue nas veias e o coração a disparar?

É-me extremamente difícil, de uma violência nada gratuita, controlar os ímpetos. O Carneiro que há em mim, e que escabreja cada vez com mais vigor, faz com que leve tudo à frente e faça o que me vai na cabeça e que se lixe o resto, que eu estou cá para aguentar o tranco, aprender e seguir em frente. Mais rica, mais forte. Quero lá saber da imagem e das aparências. Eu sou gaja de emoções e não as reprimo.

Mas nem só de emoções vive o homem, nem mesmo uma mulher, o que diria eu, apesar de tudo. Daí que não renego os ensinamentos do Greg, antes pelo contrário, e agradeço aos anjinhos que se vão cruzando no meu caminho. Têm-me sido muito úteis no que se refere ao refrear de emoções em demasia, o que também não me faz mal nenhum, os progressos são para mim o verdadeiro milagre, ainda por compreender… Com um looooongo caminho a percorrer no que ao auto-controlo diz respeito, naturalmente, que a vida não é só moleza. E movida pela maturidade, que isto um gajo mais tarde ou mais cedo, mais porrada menos cabeçada, cresce, por mais que refreie…, até acato ordens… Agora, um bocadinho menos de contenção, privação, eu diria, e um bocadinho mais de emoção não fazem mal a ninguém.

Sou mais de tocar e fugir, do que só fugir.

*Ao intervalo. A vêr se é preciso mudar de estratégia…

You Might Also Like

  • Mipo 08/11/2005 at 11:23

    ai a gestão dos equilíbrios… é tão difícil…

  • ISA 08/11/2005 at 11:36

    muuuuuuuuuuuuito difícil…

  • Rui 08/11/2005 at 11:56

    é assim mesmo tão dificil?… pois é, têm razão.

  • Gonçalo 08/11/2005 at 11:57

    o carneiro que há em ti?
    carneiro?
    se fosse eu a dizer-te isso caia o carmo e a trindade…

  • ISA 08/11/2005 at 12:00

    Diz vocelêcia muito bem, carneiro…

  • Bock 08/11/2005 at 12:57

    Boa introspecção, Isa. ;)

  • maria 08/11/2005 at 13:31

    Ora aí está algo que eu não consigo aprender a fazer e que é controlar as emoções…até já dei comigo a dizer que vou começar a ser hipócrita…mas é tão difícil…eu mentia se dissesse que tenho esperanças que isso venha a acontecer, mas lá que ando a pensar a sério no assunto é um facto.

  • ISA 08/11/2005 at 14:31

    Ai Maria… Digo-te assim: há um mês achava simplesmente impossível controlar as emoções podes acreditar. mas o ser humano tem capacidades que só qdo postas à prova as conhece. e digo-te, se eu sou capaz de controlar as emoções qq pessoa é. é uma questão de prática e auto-controlo. um dia de cada vez… N as ignoro, nem é esse o objectivo, simplesmente refreio-as qb.

  • ISA 08/11/2005 at 14:32

    Just tell me how good, Bock… Beijos

  • Bock 08/11/2005 at 14:45

    I’ll tell you: Very good, Isa.

    Maaaaaaaaaaaaaas….não posso é deixar de referir que de certeza que ele houve vezes na tua vida em que fugiste sem ter tocado…

    Não achas? :D:D:D:D

  • ISA 08/11/2005 at 14:48

    Tenho a certeza… Deixa-me apanhar-te no MSN que vais ver… ;-)

  • error: Content is protected !!