Traduções de Artigos de Psicologia

9 sinais de alarme de que está em má companhia*

09/10/2013
Uma grande parte de quem se torna na vida tem a ver com as pessoas das quais escolhe rodear-se. Às vezes a sorte controla quem entra na sua vida, mas você decide quem fica, com quem continua e quem deixa para trás.
Em última instância, rodeia-se de pessoas que fazem de si uma pessoa melhor e deixa ir embora as que não fazem. Aqui ficam alguns sinais de aviso de que está na presença de quem não faz de si uma pessoa melhor:
1.  Só têm tempo para si quando lhes convém.
É obvio, mas qualquer relação sem interação e comunicação regulares terá problemas, especialmente quando há falta de compromisso. Não perca o seu tempo com alguém que só o quer ter por perto quando lhe convém. Você não deve forçar alguém a arranjar espaço na sua vida para si, porque se a pessoa se preocupa verdadeiramente, irá abrir espaço para si, feliz. Estar num relacionamento em que alguém o desvaloriza não é lealdade, é estupidez. Jamais implore pela atenção de alguém. Conheça o seu valor e siga em frente.
2.  Ressentem-se pelo seu passado.
Algumas pessoas irão recusar-se a aceitar que você não é mais quem costumava ser, que cometeu erros no passado, aprendeu com eles e ultrapassou. Podem não conseguir encarar que você está a crescer e a seguir com a sua vida, por isso tentarão trazer o seu passado para continuarem a relacionar-se consigo. Não os ajude validando o seu comportamento negativo. Ficar preso a um passado inalterável é um desperdício de energia e não serve o propósito de melhorar o dia de hoje. Se alguém o julga constantemente pelo seu passado e se ressente por isso, pode ser que precise de reparar o seu futuro, deixando essa pessoa para trás.
3.  Sente-se aprisionado.
As relações saudáveis mantêm as portas e janelas bem abertas. Há ar suficiente a circular e ninguém se sente preso. As relações prosperam em ambientes irrestritos. Pode ir e vir à vontade, mas escolhe ficar porque onde está é onde quer estar. Se quer ser parte da vida de alguém, todas as portas e janelas abertas não o farão querer ir embora. Se alguém as fechou num esforço de o prender a algo de que você não quer fazer parte, é hora de arranjar forças para mandar a porta abaixo.  
4.  Descredibiliza os seus sonhos e capacidades
Se permite que outros definam os seus sonhos e capacidades, permite-lhes que o travem. O que é capaz de conseguir depende do que escolhe fazer com o seu tempo e energia. As pessoas irão dizer-lhe o que é possível e não é. Olhe além das assunções e limitações mentais dos outros e conecte-se com a melhor visão de como a sua vida pode ser. A vida é uma jornada com o fim em aberto e o que consegue vem do que espera conseguir e o que faz para consegui-lo. Então, não se preocupe com o que toda a gente acha. Continue a viver a sua verdade. As únicas pessoas que irão ficar furiosas por você o fazer são as que querem que você viva uma mentira.
5.  Mentiram-lhe mais do que uma vez.
Amar é um verbo, não um nome. Está ativado em todos os relacionamentos. o amor não são apenas sentimentos de paixão ou romance entre amantes; também existe entre amigos e família. Se alguém lhe mente, estão a desrespeitá-lo amorosamente e ao vosso relacionamento. Quando mantém alguém na sua vida que é um mentiroso crónico e continua a dar-lhe oportunidades para confiar nele ou nela tem algo em comum com essa pessoa, estão ambos a mentir-lhe e a deixar de ser amorosos consigo! Os que evitam a verdade e só lhe dizem o que você quer ouvir fazem-no em benefício próprio, não em seu benefício. Não ature.
6.  A negatividade deles é transferida para si
As pessoas negativas na sua vida não se comportam de forma negativa apenas em relação a si, mas em relação a todos com quantos interagem. O que dizem e fazem é uma proteção da própria realidade, das suas próprias questões internas. Mesmo que lhe digam algo que lhe pareça pessoal, mesmo que o insultem diretamente, tem zero a ver consigo. É importante relembrar porque o que estas pessoas negativas dizem e e fazem não deve ser levado a peito. Apesar de você não ter controlo sobre o que dizem e fazem, tem controlo quanto a permitir que o digam ou façam a si. Você consegue por si evitar que as palavras e ações venenosas dos outros invadam o seu coração e a sua mente. Se sentir que estas pessoas o estão a atingir, tire um tempo e dê-se a si mesmo espaço para respirar. Coisas boas acontecem quando se distancia de pessoas negativas. Fazê-lo não quer dizer que os odeie, quer simplesmente dizer que se respeita.
7.   São excessivamente invejosos do que você tem.
Um pouco de inveja é aceitável, mas quando alguém inveja de forma excessiva o que você tem, há uma forte possibilidade de quererem mesmo é tirar-lho. A inveja excessiva não lhe diz o quanto o outro o admira, diz-lhe o quanto não gosta dele. Se puder, tente levantar-lhe a moral, mas tenha cuidado para que não o arrastem para baixo. É com frequência que verificamos que o seu amor, as suas promessas, as provas que lhes der não serão suficientes para os fazerem sentir-se melhor em relação a eles mesmos. Porque as peças partidas que carregam precisam de ser coladas por eles mesmos. A felicidade, afinal, é um trabalho interno (is an inside job.)
8.  Motivam-no a julgar ou a odiar
A verdade é que nenhum ser humano é superior. Nenhuma fé, raça, dimensão ou forma é inferior. […] As pessoas que o motivam a julgar ou a odiar outros são péssima companhia. Evite-os a qualquer custo.
9.  Querem que seja outra pessoa
Passe tempo com pessoas que o vêem como é e não como queriam que você fosse. Passe ainda mais tempo com quem o conhece verdadeiramente e que o ama e o respeita assim mesmo. Se alguém espera que você seja quem não é, dê um passo atrás. É mais sábio perder relacionamentos por se ser quem se é do que mantê-los intactos, agindo como se fosse outra pessoa. É mais fácil cuidar de um coração partido e encontrar alguém novo, do que voltar a unir a sua identidade devastada. É mais fácil preencher um espaço vazio na sua vida onde alguém já esteve do que preencher o espaço vazio dentro de si onde você costumava estar.
NB: No próprio artigo há mais links para uns livros, no fim de alguns pontos; o ponto 8 é mais completo; os bolds eram maiúsculas no original, já se sabe, não queremos cá gritaria…

You Might Also Like

error: Content is protected !!