Uncategorized

ESTÁ-ME NO SANGUE

28/07/2005

Acabei de conhecer um baiano, praticamente menor, de quem gostei muuuuuuito. Tem o nome da minha primeira grande paixão: André. Ainda agora aqui estou, de sorriso idiota, olhar no horizonte e espírito vazio, como quem digere.

No mesmo sítio, conheci uma colombiana giríssima. Há meia dúzia de dias, no mais improvável dos cenários, conheci uma boliviana fantástica.

Reencontrei uma portuguesa com alma peruana e eu própria já nem sei bem de que terra sou.

Das duas, três: se a América Latina não me está no sangue nem na alma então está-me na linha do destino. Tenciono descobrir.

You Might Also Like

  • Martha Nader 28/07/2005 at 17:01

    baiano menor de idade?? isso existe? pensei que eles, assim como os portugueses, já nasciam com uns 30 anos, só de preguiça ;-)
    Agora, Peruanos e Bolivianos menores, isso sim eu já vi. E, se você quiser, posso até te apresentar algum paraguaio, afinal o que é de gosto regala a vida!!
    Bjs
    M.

  • ISA 28/07/2005 at 17:46

    É tão giro o baianito André… E ele não é menor, eu é que exagero. Nem idade tem para ser meu filho. É só uns anitos mais novo do que eu.

    E contou-me uma piada tão gira – para contrapor ao ditado baiano: não faças hoje o que podes fazer amanhã – especialidade carioca que é: não deixe para amanhã o que um paulista pode fazer por vc hoje!!!

    ;-))))

  • error: Content is protected !!