Uncategorized

“As melhores coisas da vida não são coisas”

15/06/2005

Um beijo ao acordar; um “Amo-te” escrito num post it, colado no espelho; um “Tenho saudades tuas” a apitar no telemóvel; um “Sinto tanto a tua falta” num envelope amarelo no canto inferior direito do ecrã do computador; uma dedicatória inesperada; um beijo fugaz; um olhar intenso, que diga tudo; um chocolate em forma de coração em cima da almofada. O sol a pôr-se no mar num fim de tarde de verão; a lua cheia; um céu imenso, azul, rosa, amarelo ou laranja; uma caminhada na [Quarta] praia, sem hora para voltar; uma planície sem fim com uma árvore ao fundo; um campo cheio de malmequeres. Uma chávena de chá quente num dia frio de Inverno; o abraço apertado de uma criança pendurada no nosso pescoço; uma longa conversa com um amigo.

Sentir que, aconteça o que acontecer, a felicidade já nos bateu à porta. Entrou e ficou.

You Might Also Like

  • CA 16/06/2005 at 13:36

    UAU…eu diria.

    Beijos.

  • error: Content is protected !!