Uncategorized

TO LOVE OR NOT TO LOVE

30/03/2005

O amor é um sentimento bonito. Quando correspondido é mais bonito ainda. Basta ver os apaixonados. Facilmente se reconhecem porque andam pelas ruas, de sorriso no rosto e na alma. É lindo de se ver.

Mas parece-me que poderia ser mais bonito ainda, não fosse ser um sentimento das pessoas… Tomemos o amor de mãe, por exemplo. As mães amam os seus filhos, querem o melhor para eles e tudo fazem com esse objectivo, supostamente… Pois eu vejo muitas que em vez de ajudarem cortam as pernas, castram, desincentivam… Que raio de amor é este?

E o amor que é tão grande mas tão grande que vira obsessão? E que se transforma rapidamente em inferno? Com cenas de ciúmes e controlo total de movimentos, em que o amante mais se parece com um investigador do SIS.

E que raio de amor é esse se funciona na base das cobranças?

E o amor incondicional existe?

E se o Amor é assim tão bom, porque é que há tanta gente com medo de amar?

NOTA: teríamos muito mais para dizer mas não temos tempo…
NOTA 2: Eu disse que isto de pensar muito ia dar merda!

You Might Also Like

  • CA 30/03/2005 at 17:39

    Há tanta gente com medo de amar…
    Há tanta gente a estragar o amor que tem por coisas de nada.
    Há tanta gente de olhos fechados que não ama nem deixa que ninguém a ame.
    Há tanta gente maldosa que apenas quer estragar o amor dos outros.
    Há tanta gente que quer amar e não encontra ninguém que a ame de volta.

    Enfim…eu às vezes também me ponho a pensar…

  • error: Content is protected !!