Uncategorized

AGORA III

19/03/2005

Agora que dei, investi e persisti tudo quanto pude, que já trabalhei no que não quis, que já passei por coisas que não quis ter passado mas que tive de passar para aprender o que quer que tivesse para aprender, agora que percebi o que tinha de perceber, agora que descobri o que tinha a descobrir, agora que todas essas fases fazem sentido, agora que já passaram poderia vir a fase em que me sinto bem profissionalmente, porque consegui finalmente obter o almejado trabalho, que penso ideal. Aquele do qual nunca desisti. Aquele que foi sempre o meu objectivo, ainda que pouco concreto e com contornos mal definidos. Aquele que me preenche. Que me permite sair da cama de manhã cedo com energias renovadas todos os dias. Que faço de sorriso nos lábios e celeridade na ponta dos dedos.

Agora que estou como quero, que tenho a vida que escolhi e não a que fui forçada a escolher posso decidir o que quer que seja em plena consciência.

Agora que consigo que apenas as coisas realmente graves me tirem do sério ou me ponham séria, posso permitir-me rir de tudo o resto, inclusive e acima de tudo de mim própria.

You Might Also Like

  • André Toscano 19/03/2005 at 16:40

    Bem vinda ao meu mundo!
    Mas olha que vais querer sempre mais… não há nada a fazer. Ou se tem aquele “edge” ou não se tem…
    Beijocas. AT.

  • ISA 21/03/2005 at 01:11

    Sim, não temos limites. Queremos sempre mais.

    Mas tendo isto tenho mais power para lutar por o que vier a querer. Digo eu!

  • error: Content is protected !!