Uncategorized

Aceitar quase tudo

04/06/2012
Na verdade, é relativamente fácil aceitar quase tudo, exceto as fraquezas disfarçadas de arrogância, agressão, manipulação… numa tentativa de tripudiar dos sentimentos alheios. Dos próprios, já sabemos, mas quando nos permitimos que reverta para nós, uma e outra vez, começa a chatear…
As doenças muito sérias e a morte não cabem aqui, essas a gente não aceita, conforma-se, sempre que não há outro remédio…

You Might Also Like

error: Content is protected !!