Uncategorized

Autossuficiência

13/02/2014

A linha, finíssima, que separa (falsa) modéstia de auto-destruição é quase imperceptível. Evite a todo o custo. A linha, finíssima, que separa proteção de controlo, amor de poder, é quase imperceptível. Aprenda a diferença. E SomethingSelfDestructivenada tema, se o seu ego insuflar demasiado, a sua psique encarregar-se-á de compensar esse entusiasmo. Não deixe nas mãos dos outros o que pode fazer sozinho. Os outros, por mais próximos que lhe sejam, e normalmente são muito, muito próximos, e muito mal resolvidos, não estão nada, nada preocupados consigo ou com o seu bem-estar, com a sua arrogância ou com a sua falta de modéstia, garanto-lhe, estão apenas preocupados com eles e com a sombra que você lhes faz. Com a possibilidade de não o controlarem, com o facto de acordar neles qualquer coisa que os incomoda, neles, não em você, qualquer coisa que deixaram para trás, que não desenvolveram, da qual abdicaram. A vida é feita de escolhas e a responsabilidade pelas escolhas dos outros, adultos e capazes, não é sua, daí que você não deve sentir-se culpado por elas. Não se deixe levar na conversa, nunca, isso é um passaporte para deixar na mão dos outros a sua integridade, a sua felicidade, a sua vida, basicamente. Quanto à imagem que passa ao mundo, não se apoquente, não é o mundo que lhe paga as contas.

You Might Also Like

error: Content is protected !!