Big Tech

14/02/2021

Todas as Big Tech, o que quer dizer: todas as empresas de redes sociais e motores de busca, incluindo:

Youtube, Instagram, facebook, twitter e Google,

Estão sistematicamente a apagar contas e a bloquear sites que desafiam a ditadura do pensamento único. Se recusam a pactuar com imposição de ideologia.

Ou simplesmente defendem a vida…

No entanto, empresas como o Twitter, permitem que contas que divulgam pedofilia, abusos sexuais, entre outras atrocidades, continuem online.

Alegando que estes conteúdos não violam as políticas da empresa. 

O caso mais recente de utilizadores que não alinham com a ditadura do pensamento dominante é o de Robert F. Kennedy Jr., que viu a sua conta de Instagram, com 800.000 seguidores, ser eliminada.

Não por divulgar fake news, pelo contrário…

É claro como água o propósito e intuito das Big Tech

Isolar cidadãos que questionem o que lhes é enfiado pela goela abaixo como sendo certo.

Cortando-lhes o acesso a todas as plataformas de divulgação de informação contraditória à narrativa.

Ou seja: temos empresas privadas a decidir o que é e não é “discurso de ódio”; o que é e não é “verdade”.

Mais uma vez, isto só tem um nome: PROPAGANDA

Os meios oficiais de propaganda não são só os meios de comunicação de massas, como a BBC. Metade dos britânicos não estão mais dispostos a pagar para ter acesso a informação não isenta. 

São todas as Big Tech

A banir das suas plataformas todo e qualquer um com um mínimo de visibilidade que se atreva a não pactuar com ideologia insana, propagandeada e imposta por organizações internacionais como a ONU.

Que decide agora sobre gramática, nomeadamente que pronomes e nomes devemos usar para nos referirmos a gente com problemas psicológicos sérios.

Ou até mesmo como devemos referir-nos aos nossos pais, maridos e mulheres. Substituindo lhes os atributos masculinos e femininos, biológicos, por nomes e artigos neutros.

Esta gente é doente, criminosa, psicopata.

Com a colaboração estreita de lóbis que não estão nem aí para quem dizem querer ajudar. E que são responsáveis pela destruição de centenas de vidas de jovens perturbados que lhes pedem ajuda. A quem é negado aconselhamento psicológico a não ser que esses terapeutas validem todo e qualquer tipo de problema de identidade sem questionar os pacientes.

O que significa que, se se recusarem, são perseguidos e as suas licenças caçadas.

E utilizadores, profissionais, especialistas e peritos, ou cumprem, acatam e obedecem, desafiando tudo quanto se conhece sobre ciência, genética, biologia e psicologia, tudo quanto foi provado, ou são acusados de tudo quanto há.

Mais, vendo as suas vidas completamente destruídas. E o acesso básico a informação, liberdade de expressão, entre outros direitos fundamentais, seriamente violados e, nos casos mais extremos, negados.

Todos os dias

Por outro lado, plataformas de streaming como a Netflix e a Amazon, a veicular propaganda disfarçada de cultura e entretenimento.

A única solução é boicote em massa

error: Content is protected !!