Uncategorized

Bode expiatório

11/01/2012
É sempre muito mais fácil culpar o outro. Mas há sempre o dia em que o outro não aceita a responsabilidade pela vida alheia, esse papel já não lhe serve. E aí eu quero ver o que vais fazer com a tua vida… Já sabemos que culpar o outro não adianta de grande coisa nem resolve nada, mas enfim, a pessoa livra-se da responsabilidade e o outro atribui-se a si mesmo uma importância que não tem. É, como em tudo, uma situação que serve aos dois.  No dia em que o outro se cansar, te mandar à merda, te disser pra olhares pro espelho, virar costas e se for embora acontece o quê, agora que não tens ninguém pra responsabilizar? 
Há quem viva uma vida inteira assim, a responsabilizar o outro, a sentir-se responsável por todas as desgraças que acontecem ao outro. Deus me livre… 

You Might Also Like

error: Content is protected !!