Cair

15/09/2021

Diz-se que se quisermos saber se estamos a ficar velhos, e não tenhamos dado por isso, uma forma infalível de descobrir é no cair.

Quando caímos e as pessoas à nossa volta se riem, é sinal de que somos novos.

Quando caímos, e quem nos vê cair se assusta, é mau sinal…

Mas e quando caímos e um desconhecido, giro que se farta, sem máscara ou medo de germes, nos estende a mão para nos ajudar a levantar, isso é o quê?

E quando nos levantamos, com a ajuda do desconhecido gato, sem que nos apercebamos sequer do peso do nosso corpo, o que será?

O cavalheirismo não está morto, longa vida ao cavalheirismo.

Adoro a forma como a minha alma e o universo me mostram que não desistiram de mim, contrariando a vontade do meu próprio ego.

O meu sorriso involuntário e cheio de mistério não engana ninguém…

Só me chateia um bocado a cena ter-se repetido ad aeternum na minha cabeça.

Para além de nunca mais querer voltar a apaixonar-me, também dispenso a ilusão da fantasia.

No Comments

Leave a Reply

error: Content is protected !!