Uncategorized

Casa da Sogra

29/05/2010

O argumento: tens um blog aberto, tens de levar comigo é, digamos, estúpido, vá. Porque assim, nós não levamos com toda a gente. Só nos damos com quem queremos. E não nos damos com a maior parte das pessoas que nos lêem, se eu não me dou imagino os blogs que têm 4 dígitos de pageviews por dia. Daí que, se vissem o autor do blog ao vivo, mesmo se ele fosse vosso conhecido, não o abordariam para o insultar, o blog é igual. É como se fosse a nossa casa, mas só a porta de entrada, o quadro no hall ou a porta do quarto entreaberta, com a cama por fazer. Não mais do que isso. Bom, há blogs que abrem a porta da casa de banho, mas isso é outra história. Quando batem à porta da casa alheia, vocês decidem se querem ser testemunhas de jeová, pedintes, vendedores de enciclopédias, dica da semana, publicidade ou uma boa e agradável surpresa, a única que poderá eventualmente entrar e instalar-se.

Daí que não dá para tratar o blogger como se ele fosse nosso amigo, ele nem nos conhece as trombas, quer dizer, há um mínimo. Bem sei que às vezes a pessoa lê um blogger há tanto tempo que confunde as coisas, já me aconteceu, mas há um dia que voltamos à Terra e olhamos para as coisas como elas são: Nunca te vi na vida e nem me lembro que tu existes, portanto, põe-te no teu lugar. É muito bom sabermos qual é o nosso lugar. E se é na fila da frente não pode ser na de trás ao mesmo tempo, parece complicado mas até é simples…

You Might Also Like

  • Maria 30/05/2010 at 01:38

    Eh eh

    Oh pá há por aí muita gente a pensar que isto é a casa da mãe Joana. Deus me livre.

    :)

  • error: Content is protected !!