Uncategorized

Da esquizofrenia

16/08/2010

Não sei se é uma coisa só portuguesa se é simplesmente coisa de ser humano mal resolvido, mas dá-me ideia de que o facto de tratarmos bem o outro, em vez de melhorar a relação, piora. Terá a ver com o facto de a “intimidade gerar desprezo”? Não sei, Freud deve explicar e eu adoraria entender. Não entendendo, limito-me a constatar, todos os dias, que é assim que funciona. Contraria a famosa frase: gentileza gera gentileza, pois contraria, mas, e temos pena, é igualmente verdadeira. É a vida e suas contradições, uma pena que a primeira situação seja mais frequente do que a segunda.

Às vezes acho que só serei feliz no dia em que parar de endeusar as pessoas. Outras vezes acho que eu é que tou certa e tenho mas é de ver quem endeuso e quem deixo de endeusar. Seja lá como for, endeuse ou não, o melhor é manter o poder do meu lado, na esperança de não mais cair em tentação.

Para o bem e para o mal, esta questão já não me surpreende. Já não choro, já não me insurjo, já não me descabelo, já não me vitimizo, já não venho pr’aqui destilar ódios que não me levam a lugar nenhum, já não acho que são todos uma cambada de fdp menos eu. Ai, ai…

You Might Also Like

error: Content is protected !!