Traduções de Artigos de Psicologia

De que forma o seu crítico interno está a arruinar o seu relacionamento*

26/05/2013
Pode achar que o que se passa na sua cabeça não tem nada a ver com o seu relacionamento, mas não é bem assim. A sua voz interna, principalmente o seu crítico interno negativo, pode ter um impacto enorme no seu relacionamento. Aqui ficam as formas através das quais o seu crítico interno pode estar a arruinar o seu relacionamento:
· Baixa auto-estima faz de si um parceiro inseguro: os seus pensamentos internos negativos em relação a si mesmo contribuem para uma baixa auto-confiança. Quando lhe falta auto-confiança, torna-se apegado, necessitado demais e inseguro no relacionamento. Tudo coisas que podem produzir um efeito negativo no seu parceiro, que pode acabar por ir procurar alguém que seja mais confiante e mais feliz em relação a si mesmo.
· Uma má auto-imagem faz de si um deprimido: quando se martiriza o tempo todo por não ser bom o suficiente, esperto o suficiente, mais bonito, transparece para fora, para a forma como age. Se não está feliz em relação a si mesmo, irá mostrá-lo mais tarde ou mais cedo e provavelmente não será uma pessoa com quem é divertido estar. O seu parceiro não ficará feliz por muito tempo, se for tão negativo ao ponto de o pôr pra baixo também.
· Falar de si de forma negativa cria mau-estar nos seus encontros: pensamentos negativos na sua cabeça irão certamente traduzir-se em comentários negativos sobre si mesmo, numa conversa. Ninguém quer ouvir alguém a queixar-se das coxas ou sobre o quão tonto se é, durante um encontro.
. Se não gostar de si, não consegue gostar de outra pessoa: se a sua voz interna é predominantemente negativa, nunca será capaz de ser feliz num relacionamento. Se não consegue ser feliz e amar-se, não conseguirá doar-se completamente a uma relação amorosa com alguém.
· Tentar controlar o seu parceiro como forma de distração: se não consegue fugir do seu crítico interno, pode tentar controlar o seu parceiro como forma de se distrair de todas as coisas que odeia em si. Tentar consertar ou controlar outras pessoas é frequentemente uma forma de lidar com as coisas que não conseguimos consertar ou controlar em nós. O seu parceiro vai ressentir-se de tanta crítica e cansar-se de ser controlado.
· Atribui-se toda a culpa em relação aos problemas do relacionamento: se tem baixa auto-estima e fala de si de uma forma muito negativa, provavelmente irá assumir que tudo o que dá errado no seu relacionamento é culpa sua. Assume que é tão desgraçado que tem de ser o culpado por todos os problemas e acaba por assumir toda a culpa para si. Não é preciso aconselhamento para perceber que uma pessoa só não pode ser responsabilizada por tudo. O seu parceiro irá ver que você assume a culpa por tudo o que acontece e não irá querer alguém que age como um capacho.
· Acha que não merece ser verdadeiramente feliz: quando o crítico interno é tão desagradável que a nossa auto-estima fica na sarjeta, é difícil acreditar que merecemos ser felizes. O nosso relacionamento sofre, à medida que nos retraímos em relação a um relacionamento verdadeiramente positivo e feliz, por sentirmos que não o merecemos.
· Pressiona demais o seu parceiro em busca de validação: se não consegue ter pensamentos positivos e espera que o seu parceiro a faça sentir-se melhor em relação a si mesma, ele vai acusar a pressão. Não pode esperar que outra pessoa seja 100% responsável por fazê-la sentir-se bem, alguma coisa tem de vir de dentro. O seu parceiro não vai querer a pressão de ter de a validar e valorizar constantemente.

*Via (tradução minha)

You Might Also Like

error: Content is protected !!