Uncategorized

Desoras

28/02/2014

Como me chateiam imenso as regras, as rotinas, as mesmas coisas às mesmas horas, desenvolvi imagesCAJANQTVuma técnica que consiste em fazer coisas a horas que ninguém faz. Mandei CV no dia 24 de dezembro, apetece-me imenso começar a martelar pregos em paredes à uma da manhã, e já o fiz, era jovem e a minha mãe ia-me matando, arrumar coisas às duas da tarde, ou às duas da manhã, organizar papéis pela noite fora, despachar roupa assim de repente e do nada, só porque olhei para o armário e aquilo me estava a irritar, organizar prateleiras de livros e CD por ordem alfabética num sábado à tarde, quando as pessoas normais almoçam, ou assim, almoçar às 5 da tarde, tomar cafés da manhã às 2, ver filmes a meio da tarde durante a semana, adoro a minha vida, juro por deus, começar a trabalhar tarde no dia e ir pela noite adentro, viajar fora de época, ir para a praia durante a semana e voltar no fim-de-semana, trabalhar em agosto, fazer férias em outubro, jantar uma mini-pizza doce, ou bolos, e por aí vai.

Hoje, sexta-feira à noite, de Carnaval, moro no Brasil, hora a que está basicamente toda a gente em festas, a embebedar-se violentamente e a vomitar pelas esquinas, onde as ruas estão cheias de gente, de corpos desnudos e suados, o nojo que isto me mete não está escrito, cabeleiras quentes e fantasiadas de tudo e mais alguma coisa, acabei de mandar o que será o meu segundo livro para a minha revisora.

Porque hoje pode muito bem ter sido o primeiro dia do resto da minha vida, mas também pode ser que esse dia tenha sido a 20 de fevereiro, o dia em que lancei o meu primeiro livro.

You Might Also Like

  • Bocagiano 03/03/2014 at 09:53

    Embora, cada um seja livre de fazer o que bem entender na vida, o relógio continua a ser um imponente superior hierárquico. :)

    Bj Isinha !

    • Isa 04/03/2014 at 17:53

      <3

    error: Content is protected !!