Uncategorized

Do disparate

13/08/2007

– Ai Ambrósio, nem sabe o que me divirto com tanto disparate…
– Antes assim, Senhora, assim como assim é a sua especialidade.
– É verdade, Ambrósio. E acha que pega?
– Pêga?
Péga, Ambrósio, péga… Mas que raio lhe deu agora?
– Desculpe Senhora. Não sei se pega mas não podemos agradar a gregos e troianos…
– Então mas acha que os gregos cá vêm? E esses troianos não morreram já todos?
– É uma força de expressão, Senhora. E desde que a Senhora se divirta, isso é que é importante.
– O Ambrósio é um querido e tem uma paciência de santo pra me aturar, não tem?
– Também não acredito nesses gajos Senhora e além disso nem um santo aturava isto.
– Isto o quê, Ambrósio, veja lá se quer que o mande embora.
– Por Deus, Senhora, não faça uma coisa dessas…
– Quando a coisa aperta até chama por Ele, Ambrósio, seu interesseirão!
– É por si, Senhora, isto é tudo por si. Além de que estou preocupado. Isto de invocar o nome desse Senhor a toda a hora não é pecado, Senhora?
– Não, Ambrósio, isso são coisas dos padres.

You Might Also Like

error: Content is protected !!