Uncategorized

É "E" e não vs…

15/03/2013

Talvez só nos consigamos pôr no lugar do outro quando já passámos pela experiência. Viver é diferente de imaginar… Porque é muito bonito ditar regras à esquerda e à direita, mas, passando pela experiência, sabemos que o racional de nada adianta, que a razão não resolve o pulo do coração, não resolve a emoção. A emoção resolve-se por ela mesma, abraçando-a, vivendo-a, cada milesegundo, cada arroubo, cada dúvida, cada anseio, vivendo-a, até que se esgote… No coração. Já sabemos o que acontece quando só usamos o racional, o que acontece ao que não queremos viver, vira sombra, acabando por nos condicionar mais do que tudo, daí o caos cerebral. 

Não é o coração que é burro, outro dia escrevi isso no meu blog semi-secreto…, é o ego que quer entrar em territórios que não lhe cabem, quer controlar o incontrolável, quer sentir-se seguro, quer dominar a consciência, sendo ele uma ínfima parte da dita. 
Roubei esta imagem do tumblr, quem a publicou escreveu que era ao contrário. No momento, caí na tentação de concordar… Mas a imagem remete para a separação de ambos, o que, independentemente de nos dar uma sensação ilusória de controlo, não nos resolve a questão emocional, causando, às vezes, um desconforto enorme, que não é minimizado muitas vezes por orgulho, o maior amigo do ego…

You Might Also Like

error: Content is protected !!