Livre

E mais um…

10/09/2015

Não perdoar implica necessariamente a recusa a sair do papel da vítima e a crença de falta de autossuficiência emocional. Que ao mesmo tempo nos afasta, achamos nós, de quem foi capaz de fazer o que quer que seja que achamos abjeto e nos mantém firmes e fortes na ilusão que temos de nós, na ilusão de quem achamos que somos, excluindo o seu oposto, que vira sombra, como tudo o que dizemos que não somos.

No fundo, no fundo, não perdoar é perpetuar a crença e a desconfiança de que somos impotentes perante o complexo que nos leva a cair sempre no mesmo engodo, a seguir sempre a mesma cenoura, a cair sempre na mesma armadilha. E não somos, pode ser difícil dissolver o complexo, mas não é impossível aprender a lidar com ele, a protegermo-nos dele, em vez de protegermos a nossa sombra, em detrimento da nossa alma, até do nosso ego, que tanta falta nos faz para seguir em frente, livres.

You Might Also Like

error: Content is protected !!