Uncategorized

É uma pessoa altamente sensível?*

07/07/2013

Para verificar se este rótulo se aplica a si, leia até ao fim e considere os traços descritos abaixo. 
1. Uma pessoa altamente sensível tem um sistema nervoso afinado: algo que se julga herdado. O que a torna sensível a estímulos externos que uma pessoa média consegue ignorar ou filtrar. 
2. Uma pessoa altamente sensível pode ver o mundo emocional e fisicamente como algo que a esgota. Por isso, precisa de se retirar e ter um tempo para si, para poder recuperar a sua paz interior. Ainda consegue lidar com a pressão e com uma vida social intensa, mas precisa de espaço e de tempo para recuperar a sua energia. 
3. Uma pessoa altamente sensível tem uma vida interior rica e sabe como se sente e porquê. As suas experiências são profundas, intensas e significativas. No entanto, pode levá-las a sentirem-se esgotadas e esmagadas. 
4. Uma pessoa altamente sensível tem tendência para a ansiedade, a preocupação, a depressão, o medo, a culpa, o desapontamento, a tristeza e o arrependimento. Tende a ver a dor na vida e raramente é superficial. 
5. pode identificar-se com a dor dos outros e não consegui livrar-se dela e seguir em frente. Em vez disso, a dor alheia tende a pô-la para baixo e brinca com a sua mente continuamente. 
6. O sistema nervoso de uma pessoa altamente sensível é hípersensível à música, ao barulho, à luz e a estímulo excessivo. Tem mais consciência da dor, reage de forma muito assustada e desperta facilmente quando adormece.
*Via (tradução minha)

You Might Also Like

  • clara 07/07/2013 at 18:41

    Confere.

    • Isa 07/07/2013 at 19:13

      fico aqui sem saber o que te dizer…

  • eu simplesmente 09/07/2013 at 21:40

    Caramba sou mesmo assim… E digo-te não é nada nada bom!

    • Isa 11/07/2013 at 14:46

      precisamos de aprender a "desligar". e acho que isso se prende com uma ideia "errada" de que somos responsáveis pela infelicidade e a dor dos outros. Não somos… tudo o resto basicamente tb confere, exceto despertar facilmente quando adormeço… temos de aprender a proteger-nos, arranjar um equilíbrio, para que não fiquemos imunes às dores dos outros, mas para que elas não

    error: Content is protected !!