Uncategorized

Elementar

20/01/2011

Uma vez o meu pai disse-me, a propósito de um: quanto é que cobra para fazer este trabalho, e da discussão que se seguiu, pague-me o que quiser. Na altura achei descabido, um escândalo, até… Mas, um tempo depois, acabei por dar essa resposta, sem estar certa de a ter entendido, a uma proposta indecente de me diminuirem o orçamento, depois do trabalho feito. A minha resposta irritou quem, na altura, fez a proposta. Em cheio, portanto.

Lide você com a sua própria consciência e não espere que eu minimize a sua falta de hombridade.

You Might Also Like

error: Content is protected !!