Uncategorized

Estratégias de conflito*

10/05/2013
Pessoas diferentes usam estratégias diferentes para gerir conflitos. Aprendemos estas estratégias na infância e parecem funcionar automaticamente. Normalmente, não temos consciência da forma como agimos em situações de conflito. Apenas fazemos o que vier naturalmente. Os cinco estilos de resolução de conflito são: 
1. A tartaruga (retira-se) – As tartarugas retiram-se para dentro das suas casas para evitar conflito. Abdicam dos seus objetivos pessoais e dos seus relacionamentos. Ficam de fora de tópicos que possam causar conflito e evitam pessoas com as quais estão em conflito. As tartarugas acreditam que não vale a pena tentar resolver conflitos, sentem-se impotentes. Acreditam que é mais fácil retirarem-se de um conflito do que encará-lo.
2. O tubarão (Força) – Os tubarões tentam subjugar os seus oponentes, forçando-os a aceitar a sua solução para o conflito. Os tubarões fazem dos seus objetivos a coisa mais vital, os relacionamentos não têm tanta importância. Procuram atingir o seu objetivo a qualquer custo. Não se preocupam minimamente com as necessidades dos outros. Não querem saber se os outros o aceitam ou gostam dele. Os tubarões acreditam que os conflitos são resolvidos quando alguém ganha e outro perde e eles querem ser os vencedores do conflito. Vencer dá-lhes uma sensação de orgulho e de conquista. Perder dá-lhes uma sensação de fraqueza, inadequação e falhanço. Tentam ganhar atacando, esmagando e intimidando os outros.
3. O ursinho (Acalma) – Para os ursinhos a relação é muito importante, e os seus objetivos menos importantes. Os ursinhos querem ser aceites e que os outros gostem deles. Acham que os conflitos devem ser evitados, pelo bem da harmonia. Acreditam que os conflitos não podem ser discutidos sem que isso cause danos ao relacionamento. Têm medo que se o conflito continuar, alguém vai sair magoado da história e isso arruinará o relacionamento. Os ursinhos dizem: “desisto dos meus objetivos e deixo-te levar o que quiseres, para que gostes de mim”. Os ursinhos minimizam o conflito.
4. A raposa (Compromete-se) – As raposas são moderadamente preocupadas com os seus próprios objetivos e com as suas relações com os outros. As raposas procuram compromisso. Abdicam de parte dos seus objetivos e persuadem a outra pessoa em conflito a fazer o mesmo. As raposas procuram uma solução para o conflito que permita que ambos ganhem alguma coisa. Procuram o meio termo entre as duas posições. As raposas estão dispostas a abdicar de parte dos seus objetivos e relações, pelo bem comum.
5. A coruja (Confronta) – As corujas valorizam muito os seus objetivos e relacionamentos. Vêem o conflito como um problema a resolver e procuram uma solução que permita alcançar os seus objetivos e os da outra parte em conflito. As corujas vêem conflitos como forma de melhorar os relacionamentos, reduzindo a tensão entre duas pessoas. Tentam começar uma discussão, identificando o conflito como um problema a resolver, procurando soluções que satisfaçam ambos, mantendo o relacionamento. As corujas não ficam contentes até encontrarem uma solução que satisfaça ambas as partes e que resolva a tensão e as sensações ruins entre as partes.

*Via (tradução minha)

You Might Also Like

error: Content is protected !!