Uncategorized

Eu podia estar trabalhando 4

12/04/2009

Ao invés, aproveito que a Fal foi tomar banho, que ninguém merece ouvir-me esgoelar-me desta maneira, ligo o Itunes na playlist Isa’s best e canto como se não houvesse amanhã.

Quem canta seus males espanta, diz o povo. Tinha saudades de cantar, não de cantarolar, não de trautear, de cantar. Cantar é quase tão libertador quanto dançar.

Bateu a saudade do BA, das janelas abertas, sábado de manhã, música suficientemente alta para que não oiça a minha voz, de cantar que nem uma doida. E dos protestos dos gajos que trabalhavam no prédio do lado, quando baixava a música. Música, gritavam eles.

A Playlist é sempre a mesma:
Dancing Queen
Mamma Mia
Lay all your love on me
Say a little prayer
All around the world
This is the right time
Já é
Toda a forma de amor

E mais qualquer uma que me permita cantar alto, a plenos pulmões, muito di cum força, nomeadamente o Soak up the sun da Sheryl Crow.

You Might Also Like

  • Maria Tudor 12/04/2009 at 23:26

    Canta, canta, amiga, canta… lá lá lá lá lá…

    Está tudo bem, então?
    bj

  • Isa 12/04/2009 at 23:37

    Tá sim, Maria, tá sim.
    Bj enorme

  • mdsol 13/04/2009 at 14:09

    Li os últimos posts esta noite… Gostei muito de os ler. Este comentário é, portanto, uma colectiva rssr.
    Eu também sempre gostei muito e achei muito libertador cantar. A fazer de conta que cantava bem sozinha (e, modéstia à parte, não cantava mal de todo)mas, sobretudo, a cantar em grupo ou a plenos pulmões com música alta. O meu desgosto é que, desde a operação à tiróide (em 1995)nunca

  • Isa 13/04/2009 at 15:30

    brigada minha querida.
    bj enorme

  • error: Content is protected !!