Livre

FOMO

06/04/2016

Para além de casos de ansiedade associados a falta de likes, contactos, mensagens, no facebook, mas também no instagram, twitter e mesmo no e-mail, há uma nova doença associada à internet e às redes sociais que atende pelo acrónimo FOMO e que nada mais é do que o medo de estar a perder alguma coisa, de que algo esteja a acontecer num sitio qualquer e eu não esteja lá. Fear Of Missing Out é, portanto, mais uma manifestação de esquizofrenia.

Eu, que o único medo verdadeiro que tenho é de perder a minha sanidade mental, e que detesto carneiradas, só faço o que quero verdadeiramente, achava eu, dei por mim a alinhar conscientemente num FOMO coletivo.

Lembro-me de chegar a casa, entrar no facebook e constatar que praticamente todos os meus contactos brasileiros estavam com a bandeira do arco-íris nas fotos de perfil. Não demorou muito para perceber porquê, basta ir ao twitter, o twitter é a melhor e mais rápida fonte de informação da net, e consultar os TT, Trending Topics, para os incautos. O casamento homossexual tinha sido aprovado em todos os Estados americanos e os meus amigos brasileiros solidarizavam-se assim. Em Portugal, levou mais tempo a que acontecesse, mas acabou por acontecer também. Se, na grande maioria das vezes, para não dizer quase todas, não embarco nestes movimentos meio cegos, desta vez, lembro-me perfeitamente, de ter até sentido um certo desconforto. Ponho ou não ponho a bandeirinha? Não me sentia confortável a pôr nem a não ter. E acabei por pôr, durante um dia, e tirar logo de seguida. Pus para me sentir melhor, não me senti melhor, tirei e senti-me bem. Não sei o que me deu, mas foi o que aconteceu. E isto não tem nada a ver com a minha posição em relação ao casamento homossexual, ou até mesmo o que penso em relação à homossexualidade, até porque não vejo que interesse isso possa ter para os demais.

Se já ninguém liga puto quando nos dizem: compartilha ou morres sem amar g-suis, quando se trata de assuntos sociais, como este, os refugiados e outros, ninguém quer ser visto como o mau, o insensível, daí que… Nunca a liberdade de pensamento esteve tão ameaçada. Não que não se possa ter uma opinião diferente dos demais, que vamos presos por causa disso, mas acabamos por correr o risco de ser isolados socialmente, o que acaba também por se revelar uma forma de prisão, de ausência de contacto, de isolamento. Condenamos até hoje a queima das bruxas na fogueira sem sequer repararmos que o fazemos todos os dias na internet.

Este fim-de-semana, um amigo, que não tem facebook, contava-me que, precisamente em relação a isso da bandeira do arco-íris, foi feito um teste para ver quantos amigos teriam de o fazer até nós mudarmos a foto de perfil. E Lembrei-me que o meu terapeuta em SP, que agora é meu amigo de fb, me disse exatamente isso: efeito carneirada. Aquilo ofendeu-me um bocado, mas foi bom, para ter consciência de que também eu não estou imune, que nem tudo o que fazemos é escolha consciente nossa, que, mesmo que a ação seja nossa, somos passíveis de ser levados a agir dessa forma. Porque, pior  do que alinhar na carneirada, é ser manipulada. É perder o meu senso de individualidade, é tornar-me apenas um produto do coletivo.

O FOMO é mais uma forma de carneirada, é seguir para onde toda a gente segue, para onde toda a gente vai, alegadamente porque é bom, mas, no fundo, apenas nos deixamos levar pelos desejos narcisistas de uma pessoa só. Alimentando-lhe o ego, sem percebermos que gira tudo à volta dela e que nós somos apenas umas marionetas nas suas mãos, super “divertidos” e “felizes”, claro… E as melhores pessoas do mundo. Porque a mensagem que está implícita é exatamente essa: ou fazes o que eu mando, decido, me apetece, ou tens um problema. E que vai bater na necessidade básica que todos temos de pertença, de sermos aceites. Se a necessidade é válida, o que fazemos para tal é o maior engodo de todos os tempos. Porque sermos supostamente aceites porque obedecemos a um suposto líder não é sermos aceites, é sermos subjugados às suas vontades e desejos.

You Might Also Like

error: Content is protected !!