Uncategorized

Let go

25/05/2013
Largue quando não lhe serve mais, não quando tem alguém que substitua. Ao largar quando não lhe serve mais, fá-lo de consciência plena do que quer. Ao largar quando tem alguém que substitua, só está a fazer isso mesmo, a substituir uma falta, uma carência, uma neurose, por outra. E a fugir da questão central, você mesmo. 

You Might Also Like

  • Espiral 27/05/2013 at 13:26

    Atrevo-me a dizer que quase ninguém sabe fazer isso.

    (orgulhosamente me insiro nas que sabe)

    • Isa 27/05/2013 at 14:33

      eu tb ;)

    error: Content is protected !!