MBTI

MBTI – INFP

12/12/2017

Só numa das vezes em que preenchi o questionário MBTI me deu outro resultado, do qual nem me lembro mais. De resto, foi sempre INFP. Com ele, é enviado um relatório de 50 e algumas páginas sobre este tipo de personalidade. INFP

Ao lê-lo, senti-me finalmente acolhida. Na minha diferença, na minha forma particular de ver o mundo e de entender a vida.

Foi nesse sentido que o MBTI me salvou

Já contei essa história várias vezes aqui. Comecei a seguir algumas páginas e grupos de introvertidos e de INFPs em particular e a apaziguar o espírito inquieto e indomável.

Volta e meia, preenchia o questionário.

O que aconteceu quando o meu pai morreu. Aí uns dois meses depois. Deu 98% de introversão. Naturalíssimo. Estava em luto profundo e não queria saber de ninguém. Nessa altura, pedi o perfil completo, que é pago. E adorei. Deu-me mais luzes sobre este tipo e ajudou-me no pior momento da minha vida, mais uma vez, a apaziguar-me.

Voltei a fazê-lo mais vezes, as percentagens mudam, o tipo mantém-se.

Nestes grupos, havia coisas com as quais me identificava mas que já me irritavam um bocado. Por já estar devidamente acolhida e apaziguada com o facto de ser uma comum mortal e não um alien e por, ocasionalmente, me perguntar: e agora, o que faço com isso.

Foi quando conheci a Mari…

You Might Also Like

error: Content is protected !!