Uncategorized

O caminho do amor não tem volta

22/05/2013

É preciso muita, mesmo muita coragem para amar, porque amar também é sofrer e não poder fazer grande coisa por quem sofre, não deixando de nos tocar também, de sofrermos junto. É preciso a maior coragem de todas para amar, amar o outro incondicionalmente, quando é estúpido, quando não nos liga nenhuma, quando não nos ama de volta, quando não valoriza o nosso amor, quando não o vê, não o considera, quando não o quer, o despreza e o ridiculariza, quando não se ama o suficiente para o ver nos olhos e nos gestos do outro. É preciso a maior coragem do mundo para amar, porque, quando amamos, não há razão que nos valha, não há coração que aguente o que o ego nos obriga a fazer, não há ego que aguente a pressão do coração para se deixar levar. É preciso a maior coragem de todas para amar, para assumirmos as nossas vulnerabilidades, para as confiarmos a alguém, para nos pormos na mão do outro, quando não podemos suportar sozinhos os pesos da vida. É preciso a maior coragem de todas para sobreviver, viver, amando. É preciso a maior coragem de todas para escolher o amor, e não o poder. É preciso a maior coragem de todas para amar, é preciso amar, é a única coisa por que vale a pena lutar, amor, que tudo cura, tudo melhora, tudo move, tudo resolve. Poderoso ao ponto de não se deixar demover, independentemente do estímulo externo. É preciso a maior coragem de todas para amar, para expressar afeto, para abraçar, para silenciar todas as vozes da nossa cabeça e amar, amar, amar. É por isso que beijinhos, abracinhos, afeto em geral, curam as dores das crianças e as dos adultos, da alma dos adultos… Chama-se vínculo, é isso que nos permite unirmo-nos a alguém, ou não…

You Might Also Like

error: Content is protected !!