Uncategorized

O cão

09/10/2014

Parece que a polémica da vez é relativa a um canídeo que foi abatido por ter estado em4_animals-behave-like-people-11 contacto com alguém infetado pelo Ébola. Logo se levantou o coro dos esquizofrénicos dos bichinhos, que não pode ser, que não tem de se abater. Que os cães são iguais às pessoas, são até melhores, quanto mais gosto de animais menos gosto de gente, vou poupar-vos à explicação: porque é que é muito mais fácil relacionarmo-nos com animais de estimação do que com gente, e tal.

O que os defensores acérrimos dos animais precisam de saber é que quem não está nem aí para animais, quem não os tem, nunca os teve, não gosta deles porque tem medo, whatever, simplesmente não gosta e não tem paciência, não quer dizer que os maltrate, que lhes bata, que os abandone. Era bonito se fosse assim com tudo, não gosto de alguém, vou espancá-lo, pronto.

Em que é que um cão abatido por perigo de contágio de um vírus mortal é diferente de um cão abatido porque sofre? Que eu saiba, não se abatem pessoas em circunstância alguma. Animais sim, é, aliás, bem comum.

E a questão está longe de ser catalogada como certa e errada. Isso é algo que nos distingue dos animais, por exemplo, para além de termos a noção do bem e do mal, do certo e do errado que as sociedades e a religião nos impõem,  também sabemos distinguir graus de certo e errado. É errado roubar, mas se for uma velhinha que roubou uma maçã, ou um moleque descalço e esquelético, não é errado. Pode pedir, pois pode, e podem não lhe dar. Ah, os cães são mais fieis e não sei quê. Quantos casos há de cães que atacam os próprios donos? Imprevisivelmente?

Quem não gosta de animais é um monstro, quem gosta é muito bonzinho. Sério, não há paciência pra essa conversa. Para além de que, entre gosto e não gosto, há milhares de outras opções, nomeadamente: é-me indiferente. Posso? Ou o respeito é só pra um lado?

Só pra vos dizer que tenho um amigo querido, com cães, peixes e tudo, oficial de justiça, que ficou furioso e gritou impropérios vários quando soube que é crime maltratar animais, adivinhando a enxurrada de processos que aí vinham, como se os tribunais não tivessem mais que fazer.

As instituições foram criadas para os homens e seus assuntos. Vamos separar. É simples, separar.

You Might Also Like

  • Elaine 09/10/2014 at 15:44

    finalmente alguém disse. gratíssima.

  • error: Content is protected !!