Traduções de Artigos de Psicologia

O que é (então) abuso emocional?*

22/08/2013
Um abusador emocional pode “desconsiderar os teus sentimentos e necessidades, esperando que desempenhes tarefas humilhantes ou desagradáveis, manipulando-te para que te sintas culpado por coisas triviais, menospreza o teu sistema de apoio externo ou culpa-te pelos infortúnios da sua vida. O ciúme, a possessão e a desconfiança caracterizam uma pessoa emocionalmente abusiva”*. Resumindo: o abuso emocional inclui o seguinte: 
1. Agir como se a outra pessoa não tivesse valor; agir de forma a comunicar que os pensamentos, sentimentos e crenças de outrem são estúpidos, irrelevantes ou devessem ser ignorados.
2. Chamar nomes; pôr os outros para baixo; gozar, ridicularizar, insultar ou humilhar os outros, especialmente em público.
3. Controlar através do medo ou da intimidação: coação e terror; forçar os outros a testemunhar violência ou crueldade; ameaçar fisicamente o outro, pessoas que o outro ame, os seus animais ou as suas posses; perseguir; ameaçar que abandona.
4. Isolar alguém do mundo, especialmente dos amigos e da família; confinar fisicamente alguém; dizer o que o outro deve pensar, como agir e como se vestir, que decisões tomar, quem pode ver, o que pode fazer (limitando-lhe a liberdade); controlar a vida financeira do outro.
5. Usar o outro para tirar vantagem ou ganho; explorar os seus direitos, instigando ou forçando outra pessoa a um comportamento ilegal (por exemplo; vender droga).
6. Negar-se a responder e ignorar a tentativa do outro de interação; desligar-se emocionalmente, de forma deliberada, de alguém para a magoar ou “lhe ensinar uma lição”; recusar-se a comunicar afeto e calor, ou a ir ao encontro das necessidades emocionais e psicológicas do outro.

*Via

You Might Also Like

error: Content is protected !!