Obedecer a Ordens

15/02/2021

Temos, neste momento, um Estado Policial.

Com governos a proibir cidadãos livres de fazerem exercício físico depois das 6 da tarde, na Madeira…

Presidentes de Câmara a obedecer a um PM que lhes diz que lugares públicos, onde se respira ar puro, têm de fechar.

Por causa de um vírus RESPIRATÓRIO

Que aprova resoluções que forçam milhões de pessoas, crianças incluídas, a ficar presas em suas casas.

PRESAS

Resoluções essas que NÃO TÊM força de lei. O Conselho de Ministros não tem poderes judiciais.

Com base em lei nenhuma, agentes da polícia interpelam pessoas que passeiam na praia. Fazem exercício físico no paredão. Com o argumento, pasme-se:

“É uma questão de saúde pública”

Por isso não podemos estar na praia, que está “encerrada”… Onde não está ninguém e o ar é puro.

Devendo em vez disso caminhar na marginal, respirar monóxido de carbono.  Tudo pela saúde…

Agentes esses que cumprem ordens que sequer têm força de lei.

O cérebro destes e de quem obedece a estas ordens está tão abduzido que desafia todas as leis da lógica e da inteligência.

Doem o vosso cérebro à ciência para ser estudado. Assim como assim, não precisam dele.

É inaceitável viver assim.

Cidadãos livres, que pagam impostos, inclusive salários de agentes de forças de segurança e de membros do governo, estarem sujeitos a isto. A ser tratados como criminosos. Interpelados, impedidos de cuidar da sua própria saúde, física e mental.

Não há ilusões, não estamos a viver uma Democracia. 

É inadmissível que as as forças de segurança, cujo trabalho, relembro, é servir e proteger, não oprimir, sejam uns fantoches nas mãos de um governo que ultrapassou todas as marcas. Que está à frente de uma ditadura com consequências sem precedentes para a vida de milhares de pessoas.

Polícia que oprime é polícia de regimes ditatoriais.  

Já passou da hora de fazerem a vossa escolha.

Ou estão do lado da população ou contra ela.

E tenham vergonha de chatear pessoas que estão a exercer o seu livre direito de estar na rua, ir à praia, fazer o que lhes apetecer ao ar livre.

error: Content is protected !!