Pertencimento

21/05/2020

Tempos houve em que me angustiava sentir que não pertencia a lado algum. A necessidade de pertença é uma das consideradas vitais quando falamos de necessidades emocionais. Agora, talvez por ter-me acostumado, e até goste, me orgulhe, de ser uma misfit, não me faz tanta confusão. Apesar de, às vezes, ser um bocadinho solitário.

E já me deixei de ilusões quanto à suposta proteção de uma entidade. pertencimento

Nunca me filiei num partido político. Ou aderi a religiões. O clube de futebol pouco me diz. Não aguentei o mundo corporativo, nem uma série de outros grupos, porque há princípios dos quais não abdico. E porque quem determina o que posso e não fazer, dizer, defender sou eu. Vejo e ouço coisas indefensáveis e injustificáveis escritas e ditas por gente, obrigada, coagida, levada, pelo grupo em que está inserida, desde ideológico a desportivo, que me fariam cobrir de vergonha. E com as quais me orgulho, desde sempre, de não pactuar.

O preço da minha liberdade é alto, para não dizer, impossível.

Um fim-de-semana destes, falava com um primo que me contava que o chefe lhe tinha proposto ficar com um cargo para o qual o meu primo sabia que o colega com quem partilhava a sala estava a concorrer e a tudo fazer para lá chegar. Perguntou-lhes se estavam a gozar com ele…

Antes de me contar esta história, e só por me dizer: mal ou bem, não fui educado para isto, já sabia do que ia falar, respondendo: não aguentei o mundo corporativo por causa disso, não estou disposta a ser a bitch de serviço.

Não consigo viver com isso…

Ainda não dançava onde agora danço, e o mestre, por ocasião do seu aniversário, em que me coloquei como agente infiltrada num espaço que ainda não era o meu, e que não sabia que viria a ser, de propósito para lhe dar os parabéns, fiz questão, respondeu-me, com uma generosidade infinita, que eu pertencia ali. E lembro-me de ter gostado imenso de ouvir.

Talvez soubesse antes de mim que iria lá parar…

Agora, um ano e meio depois, tenho a certeza que pertenço, que aquela sala, numa paralela da avenida da Liberdade, é a minha casa. É assim que lá me sinto, todas as terças-feiras.

Mesmo considerando aquele buraco escuro onde ninguém entra, nem nós, aquele com a porta entreaberta, que, quanto muito, pode ser alvo de uma espreitadela, mas nunca de uma entrada, nem mesmo ficando no hall. Talvez não pertençamos completamente a lado nenhum ou a pessoa alguma. Pertencemos aos bocados, partes de mim pertencem a partes de ti, de um espaço, de uma atividade. Pertencem não no sentido da posse, mas da identificação. E outras pertencem a outros.

E talvez só pertençamos na totalidade a nós mesmos…

Março 2018

Loosen up

19/05/2020

Come doces, acorda tarde, esquece-te de aniversários, irrita-te, fala alto, fala baixo, não fales de todo, faz desporto, fica alapado no sofá três dias, lê livros, não leias notícias, sê mal-disposto, ri alto, conta piadas, sê politicamente incorreto, faz disparates em público, faz disparates em privado, faz birras, amua, corre de braços abertos, dá murros na mesa, diz não, diz sim, diz não sei, diz talvez, não querias saber, finge que queres saber, manda à merda, pede desculpa, não peças desculpa, pede ajuda, não peças amor, sê atencioso, sê egoista, pensa só em ti, pensa só nos outros, ama, desama, liga, não ligues, reclama, resmunga, responde, não respondas, sê homem, sê mulher, sê criança, sê um animal, sê duro, sê sensível, tira um tempo para pensar, tira um tempo para trabalhar, tira um tempo para não fazeres nada, viaja, não viajes, fica com os teus, abraça, beija, diz eu amo-te, diz tás-me a irritar, diz palavrões, faz assim, faz assado, não faças nada, faz tudo, pede para parar, pede para ir mais rápido, pede por favor, dá ordens, faz pedidos, rejeita ofertas, rejeita pedidos, vai, fica, deixa-te levar, não te deixes levar, dá presentes, não dês presentes, cumpre obrigações, cumpre deveres, não faças nada disso, faz o que te apetece, quebra regras, quebra corações, quebra o coração e reconstrói-o de novo, grita, chora, tem ataques de fúria, parte coisas, atira-as à parede, receia, sê corajoso, sê ousado, engana-te, erra, assume o erro, disfarça, enfrenta, recua, come mal, come bem, vai ao médico, não vás ao médico, vai ao dentista, não vás ao dentista, come verduras, fruta e cereais, come carne, come peixe, bebe copos, fuma, engorda, emagrece, cuida de ti, não cuides de ti, cuida dos outros, que se lixem os outros, ama o teu pai, ama a tua mãe, irrita-te com eles, perde a paciência, perde o norte, perde o sul, perde-te em geral e encontra-te em particular, faz noitadas, madruga, dança, luta, cala-te, fala, gosta de ti, gosta dos outros, elogia, critica, dá murros em ponta de faca, lambe feridas, não te filies a um partido político, abraça causas, deixa as causas pra lá, encolhe os ombros, faz o que te dá prazer, faz o que quiseres, usa o teu poder, abusa do poder, vitimiza-te, auto-comisera-te, ilude-te, canta no chuveiro, toma banhos de duas horas, deixa água correr, esquece-te, lembra-te, pensa, não penses, cansa-te, não te canses, esgota-te, dorme um dia inteiro, aprende, estuda, compartilha, orgulha-te de ti mesmo, orgulha-te dos outros, faz alarde, contem-te, prende-te, liberta-te, entrega-te, domina, sê dominado, arrisca, não arrisques, come muito, não comas nada, impõe limites, ultrapassa os teus próprios limites, quebra paradigmas, questiona crenças, repensa valores,  volta atrás, atira-te de cabeça, vai devagar, corre, envergonha-te, ruboriza, atrapalha-te, retruca, distrai-te, concentra-te, supera-te, surpreende-te, reinventa-te, sê magnífico, sê curioso, sê indiscreto, sê invasivo, cede à pressão, não cedas à pressão, sê misericordioso, sê implacável, colabora, solidariza-te, sê doce, sê polémico, sê sábio, sê ingénuo, acredita, desconfia, espera, age, estuda mais, estuda outra vez, aplica, telefona a meio do dia, hesita, não telefones, descompõe, briga, dá bronquinha, não aceites bronquinha, fica na tua, lembra-te, esquece-te, aceita, não aceites, perdoa, não perdoes, espera, desespera, precipita-te, cede ao impulso, à tentação, cai, levanta-te, sê espontâneo, sê autêntico, sê reservado, não te culpes, sê a tua primeira prioridade, não sejas a segunda opção de ninguém, aceita e respeita todos os teus momentos, vive, sê inteiro, sê humano, quem gostar fica, quem não gostar já cumpriu o seu papel e não precisa de ficar.

14 Nov. 2013

Bruno Nogueira e a Revolução do Amor

16/05/2020

No início do isolamento social decretado pelo governo português, o humorista Bruno Nogueira, para lidar com o que estava a acontecer, e, depois de deitar as filhas menores, entrava em direto no instagram para desabafar. Enquanto bebia um copo de vinho, numa tentativa de manter a sanidade mental e não deixar a criatividade morrer.

Foram dois meses de diretos, todos os dias, entre as 11 da noite e a uma da manhã.

Durante esses diretos, ligava a atores, humoristas, músicos e outras pessoas conhecidas do público, para conversar.

Foram inúmeros os que participaram.

Como a querida Mariana Cabral, Salvador Sobral, o ator Nuno Lopes, Nuno Markl, outros atores e humoristas. E até um radialista do Pólo Norte.

Já Beatriz Gosta, que também participou nos diretos, ficou, na última sexta-feira, encarregue de mostrar como estava o  espírito do Natal no norte do país.

Os diretos chegaram a atingir números incríveis: 60 mil pessoas a assistir.

Bruno Nogueira salvou a quarentena a muita gente.

Ler Mais…

Daimon

08/05/2020

Hillman conceived the daimon as a psychological complex or force existing in everyone, whose function is to help us find our personal calling, and provide us with the motivation to follow it.

“Sooner or later, something seems to call us onto a particular path. You may remember this”something” as a signal moment in childhood, when an urge out of nowhere, a fascination, a peculiar turn of events struck like an annunciation. This is what I must do. What I’ve got to have. This is who I am”.

In: The Soul’s Code, James Hillman

James Hillman foi o primeiro autor junguiano que li. Fácil de entender, como todos os autores americanos. Especialíssimo, por causa do daimon. Pai da psicologia arquetípica, só pode ser bom.

Ainda por cima, dedicou um livro inteiro ao Puer Aeternus, um dos meus arquétipos preferidos.

Depois de The Soul’s Code, o primeiro que li, seguiram-se quase todos os outros. A obsessão do costume.

Hillman prestou um enorme serviço à causa.

Uma série de livros publicados, outra de vídeos no youtube com aulas ou palestras dele. É procurar.

And instead of reading books…

07/05/2020

And instead of reading books, and keeping quiet, people sang at the window, stars performed in balconies and social media, actors talked to their fans live. Everybody has a bookshelf they are dying to show to the world. The Rolling Stones got the award for best home show. So in tune, all 4 of them. Performing one of the best songs ever written and composed.

The original 7 minutes version is an anthem.
I’d personally give away half a kidney to have Mick Jagger telling me to my face that I might not always get the man I want.
Lives on Instagram saved millions of lives.

Rather than planting herbs and fruit, people consumed all the vegetables in the market.

And women’s hair roots became alive, so did their foreheads; men’s neck got curly, the bald are no longer bald, it’s a miracle, their faces are of a lumberjack, having a comeback; women’s hands full of skin and old nail polish; Hairy bodies everywhere.

And instead of watching series,

people complained about their families, politics, kids, on social media; People didn’t love, instead, they blamed each other.

And parents couldn’t wait to tell their offspring’s teachers how good and competent they all are; to the kids’ grandparents, the best in the whole world.

And instead of writing books, drawing, painting, knitting…

people dusted, vacuum cleaned, got dogs, cats, parrots, vacuum cleaners, just to be able to go for walks or runs.

And hammered walls. Ler Mais…

That Funny Thing Called Memory

04/05/2020

There must be some process that makes us forget some lived experiences still in our memory, so that we can survive. And, somehow, limping a bit, we manage to limp forward.

Those memories are like little pieces of ember

That do not set the house on fire, but have not extinguished yet. Dancing with each other in some forsaken corner of our heads. However, a small triggering makes them well vivid. Rapidly taking their place on the pole position of our memory. As if happened 5 minutes ago.

They say only the old live on memories, because that’s all they have, since their future is lived by the minute.

But it’s a lie.

There are a lot of semi-young ones living on memories. Others haven’t even left them, yet. They remain stuck in the 80-90s. 60-70s…

And some live on memories of what hadn’t happened, might have happened, holding onto what it was, as a preventive measure of the conscious. To give time to the unconscious to process the symbolic content of such memory, with more available data now.

However, memories have their own time.

They can’t be forced. They remain on the head, but follow the heart beat time. Which, as everybody knows, is slower. That’s why they seem forgotten, despite misleading us every single day.

Little ghosts living in the shadows Ler Mais…

Happy Birthday, Jamie Fraser.

01/05/2020

James Alexander Malcom Mackenzie Fraser, aka: Jamie Fraser, born 1st May 1721. 299 years old today, doesn’t look a day over 50. Still hot.

By far, the best male character ever written in literature. 

And thank you, Sam Heughan, for making the king of men even more special.

And to Diana, for creating it.

You have no idea how my life is so much better with Jamie and Claire. They are the wee bit of magic all of us need.

And you all give it to us

Together with Fergus and Marsali, Bree and Roger, Ians, Jenny.

Jamie Fraser has it all

The warrior, the lover, the king, and the magician, or the wise man. Shadows included. That’s what makes him so good. In the books, the character is absolutely fascinating. The show romanticises him a bit, although he is quite feminine for a 18th century warrior. But a man indeed, no doubt about it.

All archetypes in one man. Some aligned, others not so much. Yet, I believe.

You will always be the King of All Men.

Happy Birthday, Sam Heughan.

30/04/2020

Dear Sam,

Wishing you a Magic 40th Birthday today, from Lisbon, Portugal.

So, you play the most well written male character literature has ever seen. And you make Jamie Fraser even more special than Diana’s.

God only knows how impossible that could be.

You caught me in the show. And it was mainly because of Jamie and Claire’s story that I started reading the books.

Not surprisingly, it was one of the best decisions I’ve ever made.

It has been quite a journey, I am telling you. As a writer, a voracious reader, a Junguian psychology devotee, and most of all as a human being.

Naturally, every time I read, magic happens.

I read with Claire’s voice and Jamie’s accent. And I see you both.

I can feel you, see you, hear you. And your most sexy Scottish accent.

You, dearest Sam, are doing an outstanding work.

Growing better and better by the second.

Today, I’d like to thank you for that.  Ler Mais…

Heart & Sword*

29/04/2020
The heart before the sword.

It is a cross, though… But the symbol behind it is the same:

The male principle.

Feminine containing the masculine.

As it should almost always be.

“And was I the master of my soul? Or did I become the slave of my own blade?” JAMMF

@SamHeughan 

As Jamie Fraser is getting better by the second. And even dying, he still looks stunning.

And Outlander is definitely one of the blessings of this quarantine.

Life is easier with Jamie and Claire.

Even if theirs isn’t any less than usual…

#outlander #jammf #jamiefraser #jamesfraser #archetypes #masculine #warrior #king #lover #magician #literature #mythology #DianaGabaldon

#Quarantine  #socialdistancing #closertotheheart

error: Content is protected !!