Uncategorized

Paixão

12/04/2014

O potencial transformador da paixão se realiza com o recolhimento das projeções. No entanto, a reintegração dos conteúdos projetados, em geral, é fonte de padecimento atroz (desilusão e frustração). Esse momento é vivido com grande sofrimento pelo ego, mas é crucial para o andamento do processo de individuação na medida em que tanto a capacidade de sofrer uma paixão como a disposição para transcendê-la, por meio da “des-ilusão”, fortalecem o ego, que passa a suportar melhor as frustrações e as dificuldades que a maturidade, sem dúvida, requer. Por: Eloisa Penna e Felícia Araújo, In: Junguiana, Revista da SBPA.

You Might Also Like

error: Content is protected !!