Uncategorized

Porque o meu Natal já acabou

25/12/2011
Talvez a única forma de não nos desiludirmos com o outro seja não pôr a nossa felicidade nas mãos dele, seja ele quem for. Este é talvez o melhor aprendizado deste Natal. No jantar com o núcleo pobre da novela estava uma miúda que andou comigo no liceu. Ela é tradutora e vive disso, na Tanzânia. Se é bem verdade que nem toda a gente que acabou o curso seguiu tradução, a grande maioria acho que não, é engraçado como noutras pessoas parece que a coisa flui com a maior das naturalidades. Não sendo o meu caso, achei engraçado que ela o faça desde sempre, com clientes fixos há anos e tal. Ela, em vez de ir fazer cursos de escrita, foi fazer de línguas, polaco foi uma delas… [Eu também, fiz espanhol. Na época achava-se que eles vinham por aí adentro com os bancos e o diabo e seriam precisos tradutores]. Mas não me rendeu grande coisa. E mais uma vez provei, a minha cena é outra…      

You Might Also Like

error: Content is protected !!