Uncategorized

Quando as peculiaridades do seu parceiro lhe dão nos nervos*

06/05/2013
Toda a gente tem idiossincrasias que fazem de nós quem somos. No entanto, às vezes, algumas peculiaridades do nosso parceiro podem mesmo começar a dar-nos nos nervos. Aqui fica a forma de lidar com isso, antes que sejamos tomados por elas e arruinemos o nosso relacionamento:
· Lembre-se que você também tem peculiaridades: se as do seu parceiro começam a deixá-la doida, lembre-se que você também não é perfeita. Toda a gente tem imperfeições e é isso que faz de nós interessantes. Assim, em vez de focar a sua atenção em coisas que ele faz que a irritam, lembre-se que você também faz coisas que, muito provavelmente, também o irritam. Isso fará de si mais humilde e tira algum do foco que está no outro. Começa a dar-lhe uma folga se se lembrar que também não é perfeita.
· Foque nos pontos positivos dele: lembre-se por que gostou dele num primeiro momento e foque mais nisso do que nas coisas que a irritam. Depois de estar num relacionamento durante algum tempo, é fácil perder de vista as coisas que ele tinha que você achou encantadoras. Ao invés, focamos nas coisas que nos dão nos nervos. Então, vire o jogo e faça uma lista de todas as coisas que gosta nele e foque nelas.
· Peça-lhe para parar: se é algo que pode ser facilmente concertado, tipo, ele interrompe sempre, peça-lhe gentilmente para parar de fazer isso. Provavelmente ele nem percebe que o faz ou que isso a incomoda. Se for simpática em relação a isso e lhe apontar o facto, ele pode conseguir travar esse comportamento e o seu problema está resolvido.
· Dê um tempo: se as peculiaridades dele a estão a irritar mesmo muito, às vezes é melhor separarem-se um pouco. Às vezes, por mais que tentemos passar por cima de algumas coisas, elas podem, ainda assim, deixar-nos doidos. Isso acontece frequentemente quando passamos tempo demais com outra pessoa. Tire um tempinho para fazer qualquer outra coisa ou para ver outros amigos. Precisa de um tempo para parar de lutar contra as peculiaridades dele e para começar a ficar desejosa para o ver de novo.
· Olhe o quadro completo: lembre-se de que são apenas falhas pequenas, não constituem algo que possa por em causa o relacionamento. Se o seu parceiro come de boca aberta ou diz “tipo” muitas vezes, lembre-se de que estes fatores não são importantes no quadro completo do relacionamento.
· Abrace os defeitos dele: em vez de se alongar no quão irritante ele é, olhe para as peculiaridades com outros olhos. Se conseguir abraçá-las, irá perceber que também não precisa de ser perfeita. Tente deixar passar e aceite o facto: ele não é perfeito.
· Não estoire: não se permita ficar tão irritada e tão zangada ao ponto de estoirar. Não é justo ficar tão zangada por tão pouco, sem antes ter falado calmamente sobre o assunto. Se à primeira vez que falar nisso for quando já está a queimar o fusível em relação ao assunto, ele vai ficar magoado e você vai acabar por se sentir uma anormal.
· Não se empolgue muito na crítica. Se decidir falar com ele sobre algumas das peculiaridades, faça-o em relação a uma de cada vez. Não entre a matar em relação a tudo o que a irrita nele. Ele vai sentir-se impotente e achar que você não tem nada de positivo a dizer. Escolha uma de cada vez, ao invés de chegar com uma lista gigantesca de todas as coisas que a incomodam.
*Via (Tradução minha)

You Might Also Like

error: Content is protected !!