Cursos

Quem é quem na Mitologia Grega?

13/10/2016

Partindo do princípio sagrado de que os arquétipos dos 7 deuses e das 8 deusas com assento no Olimpo fazem parte do nosso inconsciente coletivo, podemos dizer que constituem um excelente ponto de partida para nos começarmos a entender uns aos outros. E a nós, principalmente a nós…

Em cada um de nós há sempre um ou dois que estão ativados e que padronizam o nosso comportamento, pelo menos um deles. Os outros, por serem menos naturais em nós, terem sido abafados, castrados, quer pelo contexto cultural quer pelo nosso inconsciente pessoal, estão na sombra. Mas têm direitos, quereres, vontades e precisam de ser acarinhados. Todos eles precisam de reconhecimento e de um abracinho de vez em quando.

Quando temos um conflito interno, ou temos de decidir alguma coisa, o ideal seria que o ego observador desse espaço a todos os deuses para falar e decidir, depois, o que fazer. O que raramente acontece. Alguns querem a predominância e, para tal, pegam-se à porrada dentro da nossa cabeça. Um ego que não intervém pode permitir a um dos deuses que tome conta. E os outros, se não forem ouvidos, vão fazer-se ouvir, e da pior maneira que conseguirem. É por isso que é bom conhecê-los, e às suas características, que também compõem a personalidade de cada um de nós, comuns mortais. Para que os possamos viver sem que para isso precisem de tomar conta da consciência, à nossa revelia. É o que proponho aqui:

deusaslisboa

You Might Also Like

error: Content is protected !!