Uncategorized

Take it or Leave it

20/03/2013

Independentemente de termos um bocadinho de cada pessoa com quem nos relacionamos, independentemente de quem estiver no leme na nossa cabeça, todos nós nos movemos por alguma coisa. O negócio aqui é intenso, não tenho a mínima paciência, nunca tive, aliás, pra small talk, apesar de saber muito bem fazê-la, muito menos para futilidade. Nos dias que correm, nem pros assuntos do mundo. Cada um sabe as linhas com que se cose e o que aguenta. Eu quero a alma, as entranhas, a essência, a essência. É isso que estou disposta a dar, sem cenas lamentáveis, com algum civismo, mas é isso e é isso que quero de volta, nothing less. Se é pra ser pela metade, pelo mais ou menos, pelo meia boca, pela circunstância, então não me faça perder o meu tempo, que eu tenho 40 anos e já não tenho a vida toda pela frente. Segura a onda, beleza, não segura, não me serve pra nada…

You Might Also Like

  • Auto-colante 25/03/2013 at 12:05

    Ámen!
    <3

    • Isa 26/03/2013 at 00:45

      adouro este conceito: não me serve pra nada… :D

    error: Content is protected !!