Uncategorized

Tem dias…

31/10/2005

Tem dias em que me apetece insultar toda a gente. Tem dias que só me apetece abraçar e dar beijos a quem se cruza no meu caminho. Tem dias que mando tudo prá p*ta que pariu. Tem dias em que me rio de tudo e mais alguma coisa, mesmo que não tenha lá muita graça. Tem dias que só me apetece chorar de manhã à noite. Tem outros em que dou gargalhadas alto e bom som. Tem dias que sou simpática para toda a gente. Tem dias em que ponho uma tromba de meio metro e só digo palavrões, dos mais cabeludos. Tem dias que não me calo um segundo. Tem dias que pareço muda. Tem dias que sou a verdadeira besta. Tem dias em que sou do mais atencioso que pode haver. Tem dias em que acordo a cantar e me deito a cantar. Tem dias em que me levanto com mau feitio e não há raio nenhum que me faça mudar de humor. Tem dias que tudo me toca nas profundezas da sensibilidade. Tem dias que nada me afecta. Tem dias que me apetece morrer. Tem dias que vivo com uma intensidade vertiginosa. Tem dias que não tenho paciência nem sequer para me aturar. Tem dias em que me sinto o verdadeiro chinês, com paciência para o que for preciso. Tem dias em que a falta de esperança é total. Tem dias em que me sinto com uma força capaz de enfrentar este mundo e o outro. Tem dias em que não me apetece fazer rigorosamente nada e não ‘tou nem aí. Tem dias em que a mínima inércia me inunda de culpa. Tem dias em que só me apetece é correr os putos todos ao estalo de cada vez que desatam aos berros, mesmo que não os conheça de lado nenhum. Tem dias em que grito que nem uma louca por tudo e por nada. Tem dias que me culpo por tudo de mal que há no mundo e arredores. Tem dias em que me sinto a maior. Tem dias em que tudo é negro. Tem dias em que tudo é azul, independentemente da cor do céu. Tem dias que adoro a minha vida. Tem dias em que não lhe vejo qualquer sentido. Tem dias que me apetecia ter filhos. Tem dias em que acho que era preciso pagarem-me muito bem para os ter. Tem dias em que me apetece fugir daqui pra fora. Tem dias em que duvido seriamente da minha sanidade mental. Tem dias em que me sinto a pessoa mais lúcida do mundo. Tem dias em que as palavras são tudo. Tem dias que mais vale não me dizerem nada. Tem dias em que me apetece ir para África fazer voluntariado porque sinto que só isso dignifica uma vida. Tem dias em que a minha vida é do melhor, por mais que nada de especial aconteça. Tem dias em que penso demais. Tem dias em que me sai tudo pela boca fora, sem qualquer filtro. Tem dias que me apetece viver para os outros. Tem dias que quero que os outros se expludam.

Tem dias em que me sinto única no mundo. Tem dias que nem eu me aguento…

You Might Also Like

error: Content is protected !!